Home > Notícias

Opinião: o maior risco para a segurança do Mac é você mesmo

Não caia no conto de que a plataforma está imune a ataques, e que o usuário não pode ser responsável pelas infecções

Ben Camm-Jones, Macworld/Reino Unido

10/04/2012 às 18h31

Foto:

O debate sobre se o usuário Mac precisa ou não de um antivírus ou software de segurança instalado está mais confuso do que nunca, uma vez que cibercriminosos cada vez mais escolhem a plataforma OS X para encontrarem suas vítimas. 

De acordo com uma pesquisa feita pelo site Beta News, cerca de 75% dos usuários de Mac entrevistados afirmam que não utilizam nenhum tipo de proteção contra malwares em suas máquinas, enquanto que 90% daqueles que possuem PCs Windows tem instalado esse tipo de software em suas máquinas. Visto que o Flashback, trojan (Cavalo de Troia) que se tornou famoso desde o ano passado e que tem assustado os usuários, teria infectado mais de 600 mil Macs (2 mil deles apenas no Brasil), não há razão para ignorar os fatos. 

Leia mais
App gratuito verifica e corrige malware Flashback no seu Mac

Quaisquer ilusões a respeito do OS X ser indiscutivelmente mais seguro do que outras plataformas (leia-se Windows) devem ser consideradas besteira. O fato de o sistema operacional da Apple não ser tão ameaçado quanto o da Microsoft é porque simplesmente ele possui uma parcela de mercado bem menor. Entretanto, os criminosos estão cientes que o número de Macs vendidos aumentou muito mais do que os PCs, e que grande parte dos donos de computadores da Apple não utiliza nenhum software antivírus. 

O trojan Flashback é um bom exemplo disso, e conta com uma equipe muito bem organizada de crackers que visam o lucro. E não se engane com o fato de que a Apple está profundamente engajada nessa luta - a empresa dormiu no ponto em relação à ameaça, e não ofereceu uma atualização do Java durante semanas, mesmo depois de a Oracle ter afirmado que a vulnerabilidade existia e que havia sido corrigida no Windows. 

É por isso que você deve ter a responsabilidade de utilizar um software antivírus. Uma vez que pelo menos duas empresas oferecem opções gratuitas de programas de proteção para Mac, não há desculpa para não ter um software instalado. Optar por não instalar um programa seria nada menos do que uma irresponsabilidade ao proteger os dados contidos na máquina, porém também seria negligente acreditar que é possível alcançar a imunidade apenas fazendo isso.  

imac-dest-novo-390
Não, o Mac não está livre de malwares, trojans e outras ameaças

Apesar da proteção ser um passo importante, é preciso ficar esperto ao usar o Mac, e isso significa certificar-se que seu sistema está sempre atualizado, e não apenas o OS X, mas também todos os programas instalados na máquina, Isso porque, como já vimos, não são apenas vulnerabilidades do sistema operacional que causam problemas, mas também plugins como o Flash e o Java. Há outras práticas necessárias para garantir a segurança do seu Mac. Uma navegação segura também é muito importante - clicar em links de sites desconhecidos, principalmente se estiverem encurtados, é algo para ser feito com cautela. Como você chegou a esse link? Quem enviou? Você pediu para que ele fosse enviado? Se não, os alarmes devem soar. Downloads são outra área sensível - o site é confiável? O arquivo corresponde ao que foi apresentado? Se não, prossiga com muito cuidado, ou mesmo não o faça.

Não que essas pessoas sejam inexperientes ou inocentes quando se trata de computadores. Geralmente o problema está em acreditar piamente que uma determinada plataforma torna os usuários imunes a ameaças na web. Como nunca precisaram se preocupar com isso, por que o fariam agora?

Todos nós cometemos erros, logo um plano de segurança é mais do que necessário. É claro que programas de antivírus às vezes não irão protegê-lo totalmente das ameaças online, já que a maioria dos ataques não explora falhas do sistema operacional, mas sim do discernimento do próprio usuário. Ou seja, quanto mais você ouvir mensagens a respeito de práticas de segurança na web , menores são as chances de fazer algo estúpido. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail