Home > Notícias

Opinião: por que a Apple deve integrar o iPad aos automóveis

Dominado pela Microsoft, o filão de soluções de hardware e software de entretenimento e serviço para carros traz uma enorme oportunidade para a empresa de Steve Jobs

Mike Elgan - Computerworld / EUA

30/08/2010 às 16h11

Foto:

A Apple fará um anúncio nesta quarta-feira, 1/9, e todos algo que envolva novos iPods, uma nova estratégia para o iTunes e uma possível nova direção para a Apple TV. Um iPod Touch com videochamada seria bacana. E programas de TV por 99 centavos de dólar provavelmente fariam a Apple ganhar muito dinheiro.

A Apple e a Google estão duelando pelo controle da experiência de TV, mas eu não sinto muito desejo por parte dos consumidores de mudarem seus hábitos. É uma batalha difícil.

E enquanto a Apple busca recursos para resolver um problema de TV que não existe, o sistema de entretenimento em painéis de carro precisa desesperadamente da ajuda da companhia de Steve Jobs.

Você tem falado com a Ford ultimamente?
A fundação para um sistema de entretenimento no painel do carro é um sistema operacional de telefone celular. E adivinhe qual plataforma móvel domina os automóveis? O Windows Mobile, da Microsoft, que é derivado do Windows CE. É uma variação do CE incorporado à base para o Ford Sync, o sistema de entretenimento e navegação presente em 12 veículos da Ford.

O Ford Sync possui controle de voz do seu tocador de MP3 e de variadas funções do painel do veículo. Ele também oferece controle de voz do seu telefone celular, com um recurso “aperte para falar” (push-to-talk) que você ativa por meio de um botão no volante, e um recurso chamado AppLink, que te fornece controle por voz de alguns aplicativos do celular.

O recurso de integração com telefone permite  ler mensagens de texto para você. E a Ford oferece assinaturas para um serviço que te fornece boletins de trânsito e direções passo a passo, com um serviço de emergência chamado "911 Assist".

Há alguns meses, a Ford anunciou o MyFord Touch, que possui uma interface sensível ao toque de 8 polegadas para controlar os recursos do Sync. Ele também te dá um navegador para Web no painel (que funciona apenas quando o carro está parado).

A GM (General Motors) tem o OnStar, que é muito focado em serviços de emergência e navegação, em vez de entretenimento. Existem muitos sistemas proprietários (e com preços altos) para carros mais completos de luxo. Mas, de modo geral, o Ford Sync é o único esforço real no mercado a integrar totalmente recursos de telefone celular, aplicativos, entretenimento e Internet em um painel de carro de maneira viável. 

 

ipad390b
Tela sensível ao toque do iPad: interface ideal para os carros?

Por que a Apple deve olhar para carros
O propósito comercial do Ford Sync e do MyFord Touch é vender mais carros. Se você está em dúvida entre um Ford Mustang e um Dodge Viper, por exemplo, o Sync pode te motivar a escolher o carro da Ford. A fabricante merece crédito por empurrar a categoria além do que os concorrentes fizeram, e por trabalhar muito para manter os custos relativamente baixos. O Ford Sync é legal, mas apenas em um contexto em que não há competição. A verdade é que o Ford Sync está muito, muito longe de ser uma solução ideal.

Vamos pensar por um momento sobre o que as pessoas realmente querem fazer em seus carros, além de ir de um lugar para outro.

Em primeiro lugar, as pessoas querem ouvir música e outros conteúdos em áudio. Os carros possuem rádios desde os anos 1930. Os rádios de carro nos serviram bem. Mas quando possuem opções fora dos automóveis, as pessoas escolhem baixar músicas ou serviços como o Pandora em vez de rádio tradicional. O rádio falado tradicional não tem mais muito espaço perto do mundo maravilhoso dos podcasts. Os audiolivros são ideais para viagens longas ou trajetos tediosos.

Em segundo lugar, as pessoas querem navegar. Nos primeiros anos, navegação GPS e direções passo a passo vinham na forma de unidades desajeitadas e caras montada nos painéis dos carros. Mas, agora, mais e mais pessoas estão usando o Google Maps em seus telefones celulares. É perigoso fazer isso com um iPhone, pois sem direções passadas por voz, os usuários são forçados a ler as microscópicas direções na tela (mas há aplicativos que suprem essa necessidade no celular da Apple).

Em terceiro, os pais gostam de acalmar seus filhos com conteúdo em vídeo. Custa uma fortuna, mas muitas famílias compram carros com tocadores de vídeo embutidos.

E, por último, as pessoas possuem uma ampla variedade de necessidades aleatórias. Elas precisam encontrar postos de gasolina, banheiros e restaurantes. Elas precisam checar suas agendas. Resumindo, elas precisam de aplicativos.

Quando não estamos em nossos carros, a maioria do conteúdo de áudio, soluções de navegação, conteúdo de vídeo móvel e aplicativos chega até nós por meio do iTunes. Investimos pequenas fortunas em nossas coleções musicais, de apps e outros conteúdos. O que nós realmente precisamos é trazer o iTunes para os nossos carros (ou algum serviço melhor). Especialmente quando o iTunes estiver disponível como um serviço na nuvem.

A Ford percebeu que telas sensíveis ao toque são uma maneira mais atraente de controlar um sistema no painel, razão pela qual a fabricante investiu tanto esforço no MyFord Touch. Infelizmente, o MyFord Touch realmente parece algo desenvolvido por uma companhia norte-americana de carros. Ele é complexo, desajeitado e feio, e seus elementos de interface são aleatórios. É uma touchscreen do passado, sem suporte para multitouch, físicos ou por gestos. Pense em como ele parecerá obsoleto daqui a cinco anos, quando você ainda estiver pagando o financiamento daquele Mustang.

Pior, em vez de substituir os outros controles com uma nova tela sensível a toque, a Ford está simplesmente adicionando controles. Você pode usar centenas de comandos por voz. Existem botões por todo o painel e volante. Da perspectiva da interface de um usuário, o Ford Sync com MyFord Touch é um desastre. Há casos em que o iPhone é usado como chave, como o Peapod, mas é preciso ir além.

peapod-300.jpg

Peapod: iPhone serve para ligar o carro

Para mim, o sistema definitivo para o painel automotivo seria um dock de iPad que fosse integrado ao sistema de som do carro.

Um iPad no painel do carro forneceria as seguintes vantagens em relação ao Ford Sync:

- Uma interface sensível ao toque muito superior
- A melhor plataforma para conteúdo
- A principal plataforma de aplicativos móveis, na qual as companhias de software poderiam se apoiar para criar todo tipo de apps específicos para automóvel.
- Uma tela incrível para mapas e navegação.
- Plataforma melhor para upgrades.

Em vez de termos todas as companhias automobilísticas desenvolvendo seus sistemas proprietários para entretenimento, navegação e apps, não deveríamos ter uma plataforma que funcione em todas as marcas de automóveis?

Fora da indústria automobilística, centenas de companhias têm lutado ao longo dos anos para otimizar a experiência de entretenimento e navegação móvel – de agregação de conteúdo ao design da interface de usuários para aparelhos de áudio e vídeo. Em vez de a Ford chegar e ser a milésima primeira  com seu próprio tiro no escuro – um baseado no “Maior Perdedor” da indústria de smartphones, o Windows Mobile – não deveríamos pegar o vencedor dessa competição mundial e construí-lo em nossos carros?

A Apple possui o melhor conteúdo de áudio e vídeo, a maior seleção de apps móveis de qualidade e a melhor interface touchscreen de usuário. Nós não precisamos reinventar a roda com entretenimento móvel. Apenas construir um dock de iPad no painel do carro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail