Home > Notícias

Opinião: porque o Twitter não irá salvar o Ping

Nem a recente integração com o famoso microblog salva a até então decepcionante rede social de música da Apple, que continua "presa" ao iTunes

Jared Newman, PC World / EUA

15/11/2010 às 11h10

Foto:

O Ping não tem mais medo da World Wide Web.

A rede social musical da Apple, até agora uma decepção, ganhou recentemente integração com o Twitter. De dentro do iTunes você agora pode sincronizar uma conta do microblog, o que te permite publicar reviews, “gostos” e posts do Ping. No site do Twitter, esses posts trazem uma barra lateral com trechos de músicas, listas de álbuns e links que remetem ao iTunes.

Infelizmente, a frase padrão aqui é “ de dentro do iTunes”. O Ping ainda está preso ao desajeitado software de desktop da Apple, e por isso não é mais desejável do que era antes, pois ainda não é possível interagir com a rede social a partir de um navegador. A diferença é que agora ficou um pouco mais visível (mas não muito; não acho que muitos dos meus amigos no Twitter utilizem o Ping regularmente).

E, é claro, não ajuda o fato de a Apple excluir todos os aparelhos e telefones móveis – com exceção do iPhone e do iPad, que acaba de ganhar um app nativo – de acessar sua rede social de música.

ping390

Exclusividade do iTunes pode impedir crescimento do Ping

Por essas razões, também duvido que a fracassada parceria com o Facebook teria ajudado o Ping. Mesmo que os usuários de outras redes sociais possam ver o que está acontecendo no Ping, as atividades em si ainda estão fechadas do resto da Internet.

A melhor esperança para a Apple salvar o Ping do esquecimento é uma revisão do iTunes baseado na Internet, o que já é algo muito necessário de qualquer maneira. Se a companhia de Steve Jobs parar de direcionar as pessoas para um software de desktop e começar a colocar links para suas próprias páginas na web, o Ping parecerá mais com uma rede social de verdade, e a integração com o Twitter irá, na verdade, parecer um movimento esperto. Por enquanto, no entanto, a parceria com o microblog é apenas mais uma “rua sem saída”.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail