Home > Notícias

Os 10 melhores games para PC exibidos na E3 2019

2020 promete ser um dos melhores anos para a indústria dos games

Hayden Dingman, da PCWorld (EUA)

16/06/2019 às 14h35

Foto: CD Projekt Red

A E3 2019 acabou. E o que aprendemos? Bem, março e abril de 2020 serão meses de grandes lançamentos. Quatro dos nossos jogos favoritos apresentados na convenção devem ser lançados durante esse período, incluindo os títulos Dying Light 2 e Cyberpunk 2077.

De fato, acredito que nossos jogos favoritos da E3 2019 são mais previsíveis do que o normal. Quer seja porque estes jogos ficaram muito acima do resto este ano ou porque há menos para escolher, o resultado final é o mesmo. Comparando de antemão, meu leal editor Brad Chacos e eu tínhamos praticamente a mesma lista.

Este ano a E3 trouxe bons jogos para PC, e a seguir estão dez desses games que provavelmente ofuscaram todos os outros e que estou ansioso para jogar no próximo ano ou dois. Se você está procurando uma visão mais ampla das maiores revelações do programa, não deixe de conferir nosso resumo dos 41 trailers de jogos de PC imperdíveis da E3 2019. Então, sem mais delongas…

The Outher Worlds

"The Outer Worlds parece ainda mais com Fallout: New Vegas do que eu esperava". Esse é o nosso título, e isso deve dizer tudo o que você precisa saber sobre por que estamos empolgados. A Obsidian criou essencialmente um sucessor espiritual para o título da Bethesda, com a temática e o mesmo tipo de humor pelo qual Fallout é conhecido. Mas no espaço!

É difícil saber o quão longo The Outer Worlds será ou qual será a profundidade de uma experiência, mas nossa demo de 30 minutos fez com que parecesse um dos jogos mais promissores para o próximo verão, especialmente para os fãs de RPGs antigos e missões secundárias.

Watch Dogs Legion

Eu gostei de Watch Dogs 2 - bastante, para falar a verdade! -, mas não esperava que Watch Dogs Legion fosse parar na nossa lista de favoritos da E3. É descontroladamente ambicioso. Sem dúvida, você já ouviu falar sobre a tecnologia "Jogue como Qualquer Pessoa" da Ubisoft, que permite recrutar qualquer personagem no jogo para a causa do DedSec e, depois, jogar a história como eles. Quer recrutar todos os guardas da Scotland Yard? Você pode fazer isso, ou organizar uma insurreição de um clube de dança, ou montar uma equipe de vovós.

Obviamente eu escolhi a última opção, e foi fascinante interpretar algumas missões padrão do Watch Dogs como uma mulher velha que mal podia correr ou escalar, mas era muito talentosa com as palavras. Também tenho grandes esperanças para a história, dado o visual distópico desta Londres pós-Brexit. Demorou toda uma geração de consoles, mas parece que a Ubisoft pode finalmente aproveitar a promessa da demo original do Watch Dogs.

Cyberpunk 2077

Cyberpunk 2077 foi a nossa demo favorita na E3 2018, e não é surpresa que também apareça na lista deste ano. Já escrevemos um artigo detalhado da demonstração de uma hora de duração, mas a CD Projekt mais uma vez nos conduziu a uma missão sem vencedores claros e destacou como a missão pode mudar para o Netrunners em comparação com os personagens mais focados no combate. Ah, e também focou no personagem de Keanu Reeves, Johnny Silverhand, é claro.

Eu vou dizer isso: Cyberpunk 2077 parece cada vez mais uma sequência não oficial de Johnny Mnemonic toda vez que o vemos, e eu estou envolvido nisso. O mais surpreendente é o fato de ser lançado em abril de 2020, antes da chegada dos novos consoles. Estou impressionado com o fato de estar tão perto, e ainda mais surpreso que ele aparentemente funcionará no Xbox One e PlayStation 4. Até mesmo meu PC equipado com GeForce GTX 1080 Ti já está suando com a perspectiva de rodar o mundo aberto do jogo.

Planet Zoo

Eu amo Planet Coaster, amo jogos de construção e amo animais. Meu entusiasmo pelo Planet Zoo realmente se resume a esses três componentes. Nossa demo a portas fechadas se concentrou no bioma Savannah, com grandes áreas abertas para as várias girafas, guepardos e chimpanzés que chamavam esse zoológico de lar. E para ser honesto, eu poderia ter passado uma hora apenas observando os animais andando e se alimentando.

A Frontier destacou alguns dos recursos de gerenciamento e construçãO. Você educará seus visitantes, não simplesmente exibindo animais. Os caminhos da equipe retornam do jogo Jurassic World, e você precisa equilibrar as necessidades do animal com a fachada do parque temático do zoológico. Além disso, você terá acesso às ferramentas de construção da Frontier. Faça o melhor zoológico imaginável, ou um pesadelo infernal onde todos os animais escapam. A escolha é sua.

Dying Light 2

Outro retorno no mundo dos games, Dying Light 2 nos impressionou no ano passado com o seu ambicioso enredo de ramificação. A Techland prometeu que não apenas mudaríamos nosso destino, mas o da cidade, afetando qual facção controlava determinados distritos e, por sua vez, quais regras estavam em vigor, quais itens foram vendidos, e assim por diante.

Mas para 2019 eles trouxeram uma demo ainda mais ambiciosa. A cada dois ou três minutos, uma opção binária surgia e pressionava para a esquerda ou para a direita no analógico do controle, o que afetava o desempenho de toda a missão. Ficar com seu amigo moribundo ou perseguir os atacantes que escapam? Matar o motorista ou poupá-lo? E isso culminou na escolha final, que viu um distrito inteiro da cidade emergir debaixo d'água, nos dando uma nova área para explorar - e um novo tipo de zumbi para combater no processo.

Parece incrível e, assim como Cyberpunk 2077, estou impressionado com o lançamento em abril, antes da troca de geração de consoles.

Baldur's Gate III

Já faz uma semana desde que descobrimos Baldur's Gate III e eu ainda estou animado. Quase duas décadas depois de Baldur's Gate II, finalmente temos uma sequência desenvolvida pela Larian, estúdio responsável por Divinity: Original Sin. O game gira em torno de uma invasão a Mind Flayer, e é o melhor cenário possível, principalmente porque está sendo baseado nos modernos Dungeons & Dragons e não na versão usada pelos jogos baseados no motor Infinity Engine.

Ainda não há muitos detalhes sobre esse novo título, e eu não espero que ele seja lançado em 2019, mesmo que tenha sido anunciado no Google Stadia como um título de "janela de lançamento". No entanto, uma versão antecipada para meados de 2020 parece possível.

John Wick Hex

John Wick Hex é o jogo licenciado mais legal em que eu joguei para todo o sempre.

Mike Bithell e cia chamam de "Jogo da Estratégia da Linha do Tempo", um gênero novinho em folha. Cada ação que John Wick toma requer um certo tempo, e o mesmo vale para seus inimigos. Você está competindo pela vantagem, usando ações rápidas para incapacitar um oponente e depois atirar em outro, retornando ao primeiro para acabar com ele e esperando que você não fique sobrecarregado pelo terceiro correndo da entrada. O tempo para após cada ação, para que você tenha tempo de sobra para pensar sobre isso, mas é ainda mais divertido se você agir de forma instintiva, mantendo o jogo em pseudo-tempo real e entrando no fluxo dele.

Pessoalmente, acho que a inspiração mais óbvia é Superhot, em que seu objetivo é matar muitas pessoas sem ficar sobrecarregado, e a única maneira de fazer isso é manipular cuidadosamente a mecânica do tempo. Mas ao mesmo tempo não é um novo Superhot. Raramente vemos um novo tipo de jogo demo na E3, e John Wick Hex é uma adaptação muito mais interessante do que um genérico atirador John Wick poderia ser.

Forza Horizon 4: Lego Speed Champions

"A expansão de Lego do Forza é o jogo mais charmoso da E3", eu tweetei após a demonstração de domingo, e ainda mantenho essa afirmação. Planet Zoo dá ao Lego Speed Champions uma corrida pelo seu dinheiro, mas eu ainda daria vantagem ao Forza. É a mesma corrida arcade que amamos em Forza Horizon 4, mas muito maior. Os carros são feitos de Lego, os ambientes são feitos de Lego, e até mesmo as comemorações pós-corrida são de Lego.

A corrida de demonstração nos levou através de alguns ambientes temáticos, incluindo uma zona de piratas e uma floresta assombrada. É fofo e talvez até melhor que a expansão Hot Wheels do Forza Horizon 3. O melhor de tudo: já está disponível para jogar.

Doom Eternal

Doom Eternal é "Mais Doom" e isso é tudo que eu precisava. Eu não precisei de um único trailer, eu não precisei de uma única demonstração. Assim que Bethesda disse que estava criando uma sequência para o glorioso reboot de Doom (2016), eu embarquei nessa ideia.

É claro que trailers e demos não atrapalham, e o que vimos do Doom Eternal parece ser um dos lançamentos de destaque de 2019. É rápido e frenético, igual ao título anterior. Mas agora são todas essas coisas que parecem níveis mais ambiciosos, com mais do olhar da sociedade que vai para o inferno, misturando marcos familiares com influências demoníacas. E eu nunca esperei dizer isso, mas estou curioso sobre a história também. O Doom de 2016 foi ótimo em satirizar influências corporativas e transformar o Doomslayer em um estranho semideus de vingança, e parece que Doom Eternal vai se aprofundar ainda mais nessas ideias.

Vampire: The Masquerade - Bloodlines 2

Finalmente, a minha demonstração favorita da E3 2019. Vimos Vampire: The Masquerade - Bloodlines 2 na GDC no início deste ano, em uma demonstração a portas fechadas, antes mesmo de ser anunciado. Você pode ler minhas impressões mais detalhadas dessa demonstração neste link.

Nossa demonstração da E3 foi mais do mesmo, mostrando outra missão inicial e as várias maneiras que ela poderia representar - traindo seu contrato, assassinando ou poupando o alvo, abrindo caminho através da Selva ou tomando o caminho furtivo. Há muitas escolhas a serem feitas, como você esperaria de uma continuação do Bloodlines original. E enquanto nossa demo ainda parecia um pouco chique, a promessa desta seqüência é o suficiente para conquistar meu coração. Os personagens são instantaneamente memoráveis, seja o etéreo Elfi ou o esguio Slugg, e a recreação pontual dos pontos de referência de Seattle é de tirar o fôlego.

Aqui estão 20 minutos de captura de jogo da nossa demonstração E3 2019:

Bloodlines 2 também está programado para o início de 2020, que, junto com Watch Dogs, Cyberpunk e Dying Light 2, significa que é melhor você conseguir um atestado para conseguir jogar tudo isso. O próximo ano deve se tornar um dos mais marcantes na indústria dos games, e isso antes do lançamento da próxima geração de consoles.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail