Home > Notícias

Os momentos mais loucos e engraçados de Steve Ballmer na Microsoft

Conhecido por não medir palavras nem controlar seu entusiasmo, executivo protagonizou momentos inesquecíveis ao longo de seus mais de 30 anos de carreira.

Brad Chacos, PCWorld EUA

27/08/2013 às 11h37

Ballmer_Abre-435px.jpg
Foto:

Quando Steve Ballmer deixar o cargo de CEO da Microsoft, daqui a um ano, o mundo irá perder um pouco de seu brilho. Não é que o executivo seja insubstituível, é que sem ele no comando o constante fluxo de hilários “Ballmerismos” que apreciamos ao longo dos anos irá secar, tornado o mundo da tecnologia um lugar menos divertido.

Do ridículo ao completamente insano, estes são em minha opinião os melhores momentos de Ballmer ao longo dos anos. Uma coisa é certa: com sua aposentadoria iremos rir menos, mas a equipe de relações públicas da Microsoft em Redmond com certeza irá dormir melhor.

Vamos ao show!

Steve é um PC

Steve tem grandes expectativas para o Bing

Devíamos tê-lo chamado de BOOM! - Steve Ballmer falando sobre o Bing em 2009 (via AllThingsD

Steve sobre o processo antitruste

"Monopólio ilegal? Nah, vamos dançar!". Com a participação especial de ninguém menos que... Bill Gates!

Steve, sobre a educação de seus filhos

Em declaração à Fortune em 2006: “Meus filhos - de muitas formas eles são tão desobedientes quanto muitas outras crianças, mas pelo menos neste ponto eu fiz lavagem cerebral neles: Vocês não usam o Google, e não usam um iPod”

Windows Phone não é algo para cientistas da computação

Steve em 2011 (via Digital Trends): “Você não precisa ser um cientista da computação para usar um Windows Phone. Mas acredito que precisa para usar um smartphone Android”.

Steve fica realmente animado com oportunidades INCRÍVEIS

iPhone? Pfffft

Em declaração ao USA Today em 2007: “Não existe nenhuma chance de que o iPhone consiga qualquer porção significativa do mercado. Nenhuma chance. É um produto subsidiado que custa US$ 500”.

iPhone? HAHAHAHAHA

Windows entende de DRM

Em um evento em Londres em 2004 (via ArsTechnica): “Temos DRM no Windows há anos. O formato de música mais popular em um iPod é ‘roubado’”

Tecnologia importante sobre o bla, bla, bla

Falando sobre o iPad em 2010 (via Fortune): “Temos algumas outras ações competitivas retornando, e vamos falar sobre slates e tablets e bla, bla, bla, bla…”

Quanto você acha que esse avançado ambiente operacional vale?

Mas espere, tem mais!

Isso soou um pouco rude

Falando sobre o Linux em 2001 (via The Register): “Em termos de propriedade intelectual, o Linux é um câncer que se agarra a tudo o que toca”.

Isso foi ainda mais rude

Supostamente em 2005, quando Mark Lucovsky, um engenheiro sênior da Microsoft, anunciou que estava deixando a Microsoft e indo para a Google (via BetaNews), Ballmer berrou:

“Eu vou ferrar aquele sujeito! Já fiz isso antes, e vou fazer de novo!”
“Eu vou matar a Google!”

O “sujeito” é Eric Schmidt, Chairman da Google, e Steve teria dito isso enquanto arremessava uma cadeira através da sala num acesso de fúria.

Isso é o que você diz...

Em resposta à CNET : “Honestamente, nunca arremessei uma cadeira em toda a minha vida”

Um castelo de cartas, feito de dinheiro

"A Google não é uma empresa de verdade. É um castelo de cartas"  é outra frase que Ballmer teria dito a Mark Lucovsky. Esta é a resposta do Google hoje:

ballmer_google-580px.jpg

Tudo para os desenvolvedores

Claro que nenhuma lista dos “maiores sucessos” de Ballmer seria completa sem… DEVELOPERS!

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail