Home > Notícias

Pac-Man do Google causou “prejuízo” a empresas americanas

Segundo ferramenta de monitoramento, game gerou perdas de mais de US$120 milhões e de 4 mi de horas de trabalho no final de semana; jogo ganhou página definitiva no Google.

PC World / EUA

25/05/2010 às 12h46

Foto:

Na semana passada, Pac-Man, talvez o mais famoso game de todos os tempos, completou 30 anos. E para comemorar a data, o Google colocou uma versão executável do jogo em sua home page.  Estratégia das mais acertadas para o portal de buscas? Com certeza. Mas nem tanto para as empresas.

Isso porque o blog do Rescue Time – aplicativo de monitoramento que verifica o uso que funcionários fazem da internet no escritório -  fez alguns cálculos rápidos no último fim de semana, para verificar o quanto de produtividade foi perdida no ambiente de trabalho com o fato de que muita gente preferia jogar Pac Man ao invés de realizar seus trabalhos.

O pessoal do software tomou uma amostra aleatória de seus usuários – cerca de 11 mil pessoas que passaram algum tempo no Google no dia 21 de maio, data em que o Pac Man se tornou executável na página . E comprovou que 4.820 horas de trabalho foram desperdiçadas por causa do game.

Segundo o relatório do Rescue Time:

- o usuário passou uma média de 36s a mais do que o habitual no Google.com no dia 21 de maio;

- o “Google Pac-Man” consumiu precisamente 4.819.352 horas dentro do ambiente de trabalho;

- o tempo dedicado ao jogo gerou perdas que totalizaram mais de 120 milhões de dólares;

- essa quantia é suficiente para pagar 19.835 funcionários do Google durante seis semanas

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail