Home > Notícias

“Pagamos US$15 bilhões com base no que o WhatsApp pode ser”, diz Facebook

Do total de US$19 bilhões envolvidos na aquisição, a rede social admite que a maior parte foi gasta com base em "boa vontade" e em expectativas sobre o app.

IDG News Service / EUA

29/10/2014 às 11h45

Foto:

O Facebook revelou um pouco sobre o que fez com que gastasse cerca de 19 bilhões de dólares neste ano para comprar o aplicativo móvel de mensagens WhatsApp – um negócio que deixou muita gente coçando a cabeça em função do alto valor.

Cerca de 15,3 bilhões de dólares do preço que o Facebook pagou é atribuído a “boa vontade”, de acordo com um documento enviado para a comissão Securities and Exchange Comission (SEC) dos EUA nesta semana.

No linguajar de negócios, boa vontade normalmente se refere ao excesso no valor de compra de uma empresa que não pode ser atribuído a nenhum rendimento produzido ou recursos tangíveis. Neste caso, parece representar o que o Facebook visualiza como o potencial valor futuro do WhatsApp.

Os 15 bilhões de dólares podem ser atribuídos a “sinergias esperadas a partir do crescimento futuro, de potenciais oportunidades de monetização, de vantagens estratégicas fornecidas no ecossistema móvel e da expansão das nossas ofertas móveis de mensagens”, afirmou o Facebook no documento publicado na SEC.

Os outros itens da linha “quebrando” o valor do WhatsApp são:  2 bilhões de dólares pelos seus usuários; 448 milhões de dólares pelo nome de mercado; 228 milhões de dólares pela tecnologia; e 21 milhões de dólares por “outros” itens, aponta o arquivo.

Certamente 15 bilhões de dólares em valor de boa vontade é algo intangível no momento – o WhatsApp gerou uma perda líquida de 138 milhões de dólares no ano. As vendas foram de apenas 10 milhões de dólares, em comparação com 7,87 bilhões de dólares do Facebook no período.

Os planos do Facebook para fazer dinheiro com o WhatsApp e crescer o serviço são uma jogada em longo prazo para os próximos cinco anos possivelmente, afirmou o CEO Mark Zuckerberg durante uma conferência com analistas de mercado nesta semana.

O WhatsApp provavelmente tem ao menos 600 milhões de usuários ativos por mês, a partir de um tuíte publicado em agosto pelo CEO Jan Korum. O Facebook possui 1,35 bilhão de usuários mensais, anunciou a rede social nesta semana. 

A aquisição do WhatsApp pelo Facebook foi oficialmente concluída no início de outubro. No fechamento, o negócio foi avaliado em um total de 21,8 bilhões de dólares, uma vez que as ações do Facebook estavam mais valorizadas do que na época da venda.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail