Home > Notícias

Para jovens dos EUA, digitar e-mail e SMS não é o mesmo que escrever

Embora 86% dos jovens considerem necessário ter boa redação, 60% não acham que enviar e-mails ou torpedos é 'escrever'.

Redação do IDG Now!

25/04/2008 às 19h02

Foto:

Mais da metade (60%) dos adolescentes norte-americanos não consideram que redigir e-mails, torpedos no celular ou mensagens instantâneas como “escrever”, segundo o Pew Internet & American Life Project.

Mesmo assim, 85% dos adolescentes entre 12 e 17 anos de idade usam ao menos uma forma de comunicação eletrônica.

Embora estes jovens acreditem que a tecnologia não influencia negativamente sua redação, 64% deles afirmam que incorporam alguns estilos de escrita informal, incorporados da comunicação digital, em textos escolares.

Metade dos adolescentes entrevistados usam “estilos digitais” ao invés da pontuação correta e 38% já usaram siglas como “LOL” (do inglês laugh out loud) em trabalhos para a escola.

Além disso, 24% dos estudantes já usaram emoticons em suas tarefas.

Por outro lado, 86% dos adolescentes acreditam que escrever bem é necessário para uma carreira de sucesso.

Quase metade (47%) dos jovens que têm blogs escrevem por razões pessoais fora do colégio, mais do que os 33% de adolescentes sem blogs.

A Pew Internet entrevistou 700 pessoas entre setembro e novembro de 2007.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail