Home > Notícias

Parada, Gradiente depende do BNDES para retomar produção em Manuas

Apesar de vender mil TVs de plasma ao Magazine Luiza esta semana, sindicato diz que só empréstimo garantiria produção regular.

Evelin Ribeiro, repórter do IDG Now!

18/02/2009 às 12h59

Foto:

O Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas declarou que a Gradiente aguarda aprovação do empréstimo pedido ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para retomar a produção de sua fábrica em Manaus.

Segundo Valdemir Santana, presidente do sindicato, o pedido feito há mais de um ano, soma 17 milhões de reais. Com o dinheiro, mais de 1.000 empregos poderiam ser gerados até o fim do ano. Além disso, seriam retomadas por completo as operações da linha de produção, paralisada desde 2007 devido às dificuldades financeiras da empresa.

A Gradiente não se manifesta sobre o empréstimo e confirma apenas que a dívida com seus credores é estimada em 280 milhões de reais além das dívidas trabalhistas em negociação com seus ex-funcionários e a Justiça do Trabalho.

A fabricante explica que ainda que, desde 2007, a linha de produção teve algumas ações pontuais, como a que ocasionou o acordo com a rede varejista Magazine Luiza.

Esta semana, o Magazine Luiza recebeu um lote de 1.000 TVs de plasma produzidas pela Gradiente. Pelo site da loja, a TV de plasma de 42 polegadas esta à venda por 1.999 reais. Já o modelo de 50 polegadas encontra-se com o status "esgotado", sem preço definido. Como parte do acordo, a rede varejista será a responsável pela garantia dos equipamentos.

Santana diz que a produção das TVs de plasma foi realizada com o uso de materiais em estoque, mas não há capital de giro suficiente para manter a produção regularmente.

A Gradiente afirma que, atualmente, seus 180 funcionários operam em regime de banco de horas, recebendo salários e trabalhando quando há alguma demanda especial. Antes da retomada da produção, a companhia está concentrada na renegociação de suas dívidas, esclarece.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail