Home > Notícias

Parallels 4.0 promete melhor uso do Windows no Mac

Parallels Desktop 4.0 traz mais de 50 recursos novos e desenvolvedora diz que aumentou desempenho do software para rodar mais rápido dentro do Mac OS X.

Jim Dalrymple, Macworld/EUA

11/11/2008 às 9h04

Foto:

A Parallels lança hoje (11) a nova versão do seu software de virtualização para Mac, chamado Parallels Desktop for Mac 4.0. O aplicativo traz mais de 50 novos recursos e melhorias, incluindo a capacidade de rodar o Leopard Server em uma máquina virtual.

O Parallels Desktop permite rodar distintos sistemas operacionais dentro do Mac, como Windows e Linux, e tem como principais concorrentes o recurso BootCamp, da Apple (que roda Windows e Mac em ambientes separados), e o VMWare Fusion 2.0, que tem recursos semelhantes ao Parallels.

Segundo a Parallels, a nova versão tem melhor desempenho, rodando até 50% mais rápido que a anterior. Esse era um dos recursos mais requisitados pelos usuários, de acordo com a companhia. Agora, os usuários podem dedicar até oito CPUs e 8 GB de RAM para cada máquina virtual. Isso, claro, depende dos recursos de hardware que o usuário tem.

Novos recursos, como o Adaptative Hypervisor, permitem ao Parallels equilibrar os processo entre o Mac OS X e a máquina virtual. O mecanismo de virtualização também foi modificado para consumir de 15% a 30% menos recursos do que antes.

O desempenho de vídeo foi melhorado, com compatibilidade para DirectX 9, DirectX Pixel Shader 2.0 e OpenGL 2.0.

Um novo modo de visualização, chamado Modality, ajuda a controlar a transparência de janelas do sistema operacional virtualizado. O recurso Coherence também foi atualizado, mostrando itens da Barra de Tarefas do Windows na barra de menus do Mac, sempre dando acesso ao sistema.

E as máquinas virtuais agora podem rodar em modo de segurança - isso é útil caso você esteja avaliando software beta e algo dê errado: o Safe Mode não salva as modificações enquanto roda dessa maneira.

O Parallels Desktop 4.0 para Mac já está à venda por 79,99 dólares. Usuários atuais podem atualizar o software por 39,99 dólares, e quem comprou a versão 3.0 depois de 1º de setembro poderá requisitar um upgrade gratuito para a 4.0.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail