Home > Notícias

Participação do iPod na receita da Apple cai de 56% para 18%

Popular player de música digital tem sido ofuscado pelo crescimento nas vendas de Macs e iPhones nos últimos anos

PC World/EUA

06/08/2009 às 13h02

Foto:

Desde que o iPod foi lançado, em 2001, ele se tornou o tocador de músicas em formato digital mais popular (e copiado) em todo o mundo. Mas, resultados divulgados recentemente pela Apple mostraram que a glória do tradicional tocador está sendo ofuscada pelas vendas de Macs e iPhones.

O especialista Andy Zaky fez uma análise de mercado no blog CNNMoney.com mostrando que o iPod está saindo de cena, recebendo muito menos atenção por parte da Apple, por conta do sucesso do iPhone.

No ranking de vendas da Apple, o iPod caiu da primeira posição para a terceira, ficando atrás dos Macs e iPhones. O relatório mostra que a participacão do iPod na receita da Apple despencou para 18%, comparado com os 56% registrados no mesmo período de 2006.

Várias empresas tentam aperfeiçoar seus tocadores mp3 para acabar com o monopólio criado pela Apple no mercado da música digital. A Microsoft investe no Zune HD, tornando-o mais fino e com uma tela OLED mais brilhante. O modelo também vem com receptor de rádio em alta definição, o que não está presente nos iPods.

O que segura o iPod no mercado é o fato de usuários não se importarem em gastar um pouco mais para obter um equipamento simples e fácil de usar. É preciso levar em consideração também todo o investimento feito pela Apple durante a sua divulgação, vendendo a idéia de que o iPod sempre foi o melhor tocador de mp3 do mercado.

A Apple provavelmente não baixará o preço de seus produtos para ganhar posição no mercado. A empresa carrega uma tradição de ser a primeira em trazer inovações e melhoria na usabilidade de seus produtos. Sendo assim, o iPod será um produto tradicional e que continuará a ser adquirido pelos apaixonados da marca. Mas que deixou de ser a "menina dos olhos" da Apple...

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail