Home > Notícias

Patch de emergência para falha crítica no Windows é liberado

Vulnerabilidade atingia todas as versões do sistema e permitia a tomada remota do controle da máquina a partir de ícones de atalho

Computerworld/US

02/08/2010 às 17h35

Foto:

Como prometido, a Microsoft liberou, nesta segunda-feira (2/08), uma atualização de emergência
para uma falha crítica presente em todos os seus sistemas operacionais.
E, como já era esperado, o patch não servirá para o Windows na versão
2000 e XP SP2, pois estes já tiveram o suporte técnico finalizado.

Segundo a companhia, em seu boletim de segurança, a atualização
“validará corretamente os ícones referentes a atalhos”. Ela também avisa
àqueles que utilizaram a medida preventiva recomendada pela própria
empresa há duas semanas, para que desabilitem a função após a instalação.
Entretanto, já há relatos na internet de usuários que afirmam que
problemas só poderão ser evitados caso isso seja feito antes.

De acordo Jason Miller, da equipe de segurança da Shavlik
Technologies, a atitude da Microsoft, por mais que já anunciada,
surpreende pela proximidade à data usual de correções, em agosto.

“Não chega a ser incomum esse patch “out-of-band” (não previsto no
cronograma), mas a próxima grande atualização estava marcada já para a
próxima semana. Eu pensava que eles esperariam até lá”, afirmou. Para o
especialista, a Microsoft estava temerosa que o número de
ataques crescesse nos próximos dias, principalmente se outros
vírus passassem .

A atualização já está disponível no Windows Update para todas as
versões do sistema operacional ainda suportadas pela empresa. Isso
inclui desde o XP SP3 até o Windows 7, além dos destinados ao setor
corporativo, como o Server 2003 e o 2008.

Em comunicado no blog do departamento de proteção a malware da Microsoft, observa-se que o Brasil foi o país mais atingido pelo Stuxnet, uma das pragas que se aproveitava da vulnerabilidade. Em segundo-lugar está os Estados Unidos e, em uma distante terceira colocação, a Indonésia.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail