Home > Notícias

Patente sugere “iPhone 3D” com detecção de movimento dos olhos

Mecanismo similar ao usado no console portátil Nintendo 3DS utilizaria acelerômetro para exibir ícones com visual de profundidade

Macworld/Reino Unido

13/02/2012 às 12h25

Foto:

Os iPhones do futuro poderão ser equipados com uma interface 3D interativa que utiliza sensores de movimento e reconhecimento facial, que permitiria ao usuário “entrar” no display do aparelho. Uma patente requerida pela Apple sugere que a companhia está desenvolvendo uma interface tridimensional para dispositivos móveis como iPhone e iPad. O pedido foi feito originalmente em abril de 2010 e foi concedido à empresa na semana passada. 

O site The Register encontrou o pedido de patente, que pode ser visto no endereço Free Patents Online. “A partir de várias dicas envolvendo o acelerômetro, o giroscópio e outros instrumentos que o documento mostra, é possível controlar o Frame de Frenet do aparelho em tempo real, para fornecer um quadro de referência contínuo de 3D” de acordo com o texto do documento. 

“Uma vez que esse frame de referência é identificado, a posição dos olhos do usuário pode ser diretamente inferida ou calculada ao utilizar a câmera frontal do aparelho. Com a posição dos olhos do usuário e um quadro de referência 3D contínuo na tela, representações em 3D mais realistas de objetos podem ser criadas na tela do dispositivo e interagir com o usuário”. 

 

apple3d01.png

Ícones exibidos na tela dariam impressão de profundidade ao usuário

 

Efetivamente, isso significa que o produto poderá "pensar" como projetar uma imagem tridimensional ao identificar onde estão os olhos do usuário em relação ao aparelho, para que ele possa enviar uma imagem para o olho esquerdo e outra diferente para o olho direito, dando a impressão de profundidade - sistema parecido ao utilizado no Nintendo 3DS. 

No entanto, o sistema proposto pela Apple é um pouco mais complexo do que aquele utilizado pela Nintendo, já que os sensores de movimento (como o acelerômetro e o giroscópio) poderiam ajudar a detectar o movimento dos olhos e mãos, e expandir várias partes da tela como os ícones quando o usuário os observa. 

Apesar da aplicação mais óbvia da tecnologia ser voltada para dispositivo móveis, a patente também menciona aparelhos portáteis de música e games, televisores, laptops e desktops. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail