Home > Notícias

Pela quinta vez, Apple é a empresa mais admirada pelos americanos

Ranking da revista Fortune coloca companhia de Cupertino no topo do ranking desde 2008; Google e Amazon ficaram com segundo e terceiro lugares

Macworld/EUA

02/03/2012 às 18h41

Foto:

A Apple alcançou novamente o topo da lista das Companhias Mais Admiradas da Revista Fortune,  título que mantém desde 2008. A multinacional mais uma vez deixou a Google com o segundo lugar da lista, que é compilada a partir de uma pesquisa feita com pessoas influentes do mercado corporativo. O terceiro lugar ficou com a loja online Amazon.

“Dizer que este foi outro ano ótimo para Apple seria muito coerente. Com a morte de Steve Jobs, começaram diversos questionamentos a respeito do futuro da companhia, contudo, com a liderança de Tim Cook [atual CEO], a Apple continua a prosperar” escreve a revista. “Com uma receita anual alcançando 108 bilhões, devido a um aumento de de 81% nas vendas do iPhone – um salto que nem faz parte do sucesso do iPhone 4S – e 334% de crescimento nas vendas de iPad, devido principalmente ao iPad 2. Todo esse aumento nas vendas explica porque as ações empresas valorizaram 75% durante o ano fiscal da companhia, alcançando 495 dólares”. 

Fatores como a qualidade de gerenciamento, inovação e valores de investimentos a longo prazo são levados em consideração para que o ranking seja montado. Outras companhias famosas que figuraram na lista incluem a IBM (5º), Microsoft (17º), Samsung (34º), Intel (36º) e eBay (41º). Na listagem mundial, nenhuma companhia figurou entre as eleitas. 

 

iPhone4s300
Receita da empresa e vendas de iPhone quebraram recordes em 2011

 

Maré boa
Depois de fechar o ano fiscal com recorde de receita, alcançando 13 bilhões de dólares de lucro e 37 milhões de iPhones vendidos, a companhia viu suas ações ultrapassarem 500 dólares pela primeira vez em sua história no começo de fevereiro, alcançando pouco mais de duas semanas depois a cifra de 545 dólares (até o fechamento desta reportagem), de acordo com o Yahoo Finances. 

A companhia de Cupertino, que anunciou recentemente um evento no qual é esperada a terceira versão do tablet da empresa (um dos motivos para o aumento do valor das ações), quebrou outro recorde ao ser avaliada em mais de 500 bilhões de dólares, fazendo parte de um seleto grupo de companhias já que valeram mais de meio trilhão de dólares, feito obtido apenas pela Microsoft, Cisco, ExxonMobil e General Electric.

Em uma recente entrevista, o co-fundador da empresa Steve Wozniak afirmou também que, mesmo sem acompanhar o mercado de ações com muito afinco, não ficaria surpreso se o valor das ações da Apple chegasse aos mil dólares

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail