Home > Notícias

Pesquisa: 42% das empresas esperam gastar mais com segurança este ano

Para os executivos, novas exigências regulatórias e ameaças internas devem impulsionar orçamentos nesta área.

Redação do COMPUTERWORLD

28/04/2009 às 15h21

Foto:

Nada menos do que 42% das empresas esperam aumentar seus gastos com segurança da informação ainda em 2009 e outros 50% das corporações devem  manter o volume de recursos destinados à área, segundo pesquisa global realizada pela GMG Insights a pedido da CA. Apenas uma pequena parcela, 8%, das companhias prevêem cortes nos gastos com segurança.

Segundo a análise, os principais motivos que devem impulsionar investimentos na área de segurança da informação são a necessidade de atender a novos requisitos regulatórios e a percepção de que as reestruturações aumentarão o risco das ameaças internas.

Em média, 78% das corporações pesquisadas acreditam que novas diretrizes regulatórias irão exigir aumento nos esforços e nos gastos com tecnologia. Por outro lado, 67% das empresas de médio porte e 73% das grandes acreditam que as demissões aumentaram o risco das ameaças internas aos sistemas.

Atualmente, em média, as empresas norte-americanas gastam 26% de seus orçamentos de segurança de tecnologia da informação em iniciativas de conformidade. Já as da região Ásia-Pacífico gastam 37%, e as européias e sul-americanas, 19% e 17% respectivamente.

O estudo patrocinado pela CA entrevistou mais de 400 diretores de tecnologia da informação de empresas de médio e grande porte, com sedes na América do Norte, na Europa, na região Ásia-Pacífico e na América do Sul. A pesquisa incluiu também, respostas qualitativas de focus groups e entrevistas em profundidade com diretores de segurança de TI, nos Estados Unidos, no Reino Unido e na Alemanha.

pcw_logo_twitter_73.jpg
> Siga PC WORLD no Twitter em http://twitter.com/pcworldbrasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail