Home > Notícias

Pesquisa: 88% dos profissionais de TI roubariam dados das empresas

Em caso de demissão, um terço afirma destes profissionais diz que usaria senhas para ter acesso a informações restritas.

Computerworld/Reino Unido

01/09/2008 às 9h33

Foto:

A maioria dos profissionais de tecnologia da informação admite que roubaria dados sensíveis da empresa – incluindo detalhes sobre clientes e senhas dos presidentes – se fossem demitidos, segundo uma pesquisa da consultoria Cyber-Ark.

Alarmantes 88% dos funcionários de TI dizem que roubariam segredos corporativos se fossem repentinamente dispensados. Além das senhas de CEOs e dados de clientes, eles dizem que levariam consigo planos de pesquisa e desenvolvimento, relatórios financeiros e toda a lista de senhas para privilégios da companhia.

Destes 88%, um terço usaria as senhas para ter acesso a informações restritas, como contas dos funcionários e a lista de salário das empresas.

A pesquisa foi feita com 300 profissionais de TI do Reino Unido, pela Cyber-Ark, e revelou outros hábitos preocupantes: um terço dos profissionais de TI mantém suas senhas anotadas em post-its e 35% mandam informações altamente confidenciais por e-mail.

O estudo mostrou ainda que um terço dos profissionais  de TI vasculham dados confidenciais armazenados na rede da empresa, como e-mails pessoais e salários.

Como resultado, uma em cada quatro empresas admitiu sofrer sabotagem interna ou problemas com fraude em segurança de TI.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail