Home > Notícias

Pesquisa mostra que mais empresas estão usando redes sem fio no Brasil

Nova edição do TIC Empresas revela que, em 2007, 64% das empresas usaram banda larga via xDSL, 18% via cabo e 15% por rádio.

Guilherme Felitti, editor assistente do IDG Now!

20/05/2008 às 10h35

Foto:

O uso de redes Wi-Fi entre empresas brasileiras cresceu de 17% em 2006 para 28% em 2007, revela a 3ª Pesquisa Sobre Uso da Tecnologia da Informação e da
Comunicação no Brasil - TIC Empresas, divulgada nesta terça-feira
(20/03).

A análise conduzida pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto
br (NIC.br) entre 2,3 mil companhias com mais de 10 funcionários, nos meses de outubro e novembro de 2007, mostra que a tecnologia de acesso em banda larga via xDSL conecta atualmente 64% das empresas brasileiras, enquanto 18% usam acesso via cabo e 15% via rádio.

Quanto à velocidade de conexão, 44% das empresas têm planos de acesso entre 301 Kilobits por segundo (Kbps) e 2 Megabits por segundo (Mbps), sendo que 26% têm conexão de até 300 Kbps e somente 4% se conectam em velocidades superiores a 2 Mbps.

A penetração de micros entre empresas brasileiras se manteve estável, na casa dos 95%, com relação direta do tamanho da empresa com o uso de PCs - todas as companhias com mais de 50 funcionários entrevistadas usam micros, enquanto a relação cai para 94% entre as que têm entre 10 e 49 funcionários.

Ao se considerar o total de companhias no Brasil, a penetração de internet é de 92%, com maior incidência de conexões em setores como construção (98%), atividades imobiliárias (98%) e transportes (97%).

No sentido contrário, a relação de funcionários que usam micros no cotidiano cai conforme aumento o número de empregados - 56% dos funcionários de empresas com até 49 empregados usam o micro, com a taxa caindo para 45% e 40% para companhias com até 249 e além dos 250 funcionários, na ordem.

O uso de softwares livres no ambiente corporativo também se manteve estável, com 28% das companhias admitindo que usam distribuições do Linux. Por nova métrica, a pesquisa indicou que 58% destes usam softwares livres no servidor, enquanto 12% usam em sistemas operacionais e 28% em ambos.
++++
A terceira edição do estudo também deixa claro a mesma relação apontada pelo TIC Domicílios 2007, divulgado em março pelo mesmo NIC, que relacionava inclusão digital com faturamento médio da área. Enquanto regiões como Sudeste e Sul lideram rankings como penetração de ERP e proporção de empresas com site.

Ao mesmo tempo em que a internet se torna mais sofisticada, empresas brasileiras enfrentam menores dificuldades para contratar novos funcionários. De acordo com o levantamento, a relação de companhias que recrutaram ou tentaram recrutar funcionários com habilidades tecnológicas mais que dobrou, de 18% em 2006 para 40% em 2007.

Da mesma maneira, a dificuldade enfrentada pelas mesmas empresas na hora da contratação caiu - das 42% delas que assumiram problemas em 2006, a taxa ficou em 34% em 2007.

A terceira edição do TIC Empresas pode ser baixado por completo e gratuitamente no site do Cetic.br.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail