Home > Notícias

Philips lança novas TVs com proporção de cinema, acesso à internet e “prontas para 3D”

Destaque vai para o modelo Cinema 21:9, com tela em proporção "cinematográfica" e iluminação ambiente com sistema Ambilight

Rafael Rigues

29/04/2010 às 16h27

Cinema - 300px.jpg
Foto:

A Philips anunciou nesta quinta-feira em São Paulo uma nova linha de TVs LCD. São ao todo seis famílias de aparelhos (3000, 5000, 6000, 7000, 8000 e 9000), todas elas, com exceção da 3000, equipadas com painéis LCD com iluminação LED, que reduz o consumo de energia do aparelho em até 40% em relação a um painel LCD convencional, ao mesmo tempo em que traz benefícios com melhor contraste e mais fidelidade na reprodução das cores.

Com a exceção de um modelo de 26 polegadas da série 3000 (com resolução HD), todas as TVs tem telas Full HD e sintonizador de TV digital embutido. Os modelos das séries 8000 e 9000 também trazem o recurso "NetTV", que permite o acesso à internet.

Mas ao contrário de modelos concorrentes, que só permitem o acesso a sites e serviços específicos, os aparelhos da Philips tem um navegador "aberto", como no PC, para que o internauta possa acessar o que quiser. Também há integração com o YouTube, e a Philips estuda parcerias com provedores locais de conteúdo como notícias, previsão do tempo e mais.

O grande destaque entre as TVs é o modelo Cinema 21:9, a primeira TV no mercado nacional com tela em proporção de cinema (21:9), mais larga que as telas widescreen atuais. Além da tela Full HD de 56 polegadas o aparelho é equipado com o sistema Ambilight (também presente em outros modelos), que projeta na parede atrás da TV luzes coloridas de acordo com a cor predominante na cena, o que segundo a Philips torna o ato de assistir TV mais imersivo e menos cansativo.

TV Philips Cinema 21:9 - 300px

Philips Cinema 21:9: proporção de cinema e iluminação ambiente

3D incompleto

Modelos da série 9000 e a Cinema 21:9 também são "3D Ready", ou seja, preparadas para exibir conteúdo em 3D. Mas ao contrário de modelos de concorrentes como a Samsung e LG, que saem completos de fábrica, estes aparelhos vão precisar de um "kit de upgrade" a ser lançado no futuro, composto por óculos, um emissor (para sincronização dos óculos com a imagem na TV) e uma atualização do software da TV que a prepara para o conteúdo 3D.

A Philips ainda não definiu qual será o preço de tal kit, e justifica a estratégia dizendo que dá ao consumidor a opção de comprar uma TV hoje e, se julgar desejável, atualizá-la mais tarde para 3D, em vez de pagar de uma vez só por uma tecnologia para a qual, atualmente, não existe muito conteúdo disponível.

Segundo a Philips,a maior parte de suas novas TVs estará nas lojas a partir de meados de maio, com preços ainda não definidos. Entretanto, os modelos das séries 8000, 9000 e a Cinema 21 só devem chegar às lojas em Setembro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail