Home > Dicas

Photoshop: proteja suas imagens com a inserção de marcas d’água em lote

Método pode ser feito automaticamente para dezenas de arquivos de fotos, nas versões CS3, CS4 e CS5 do programa

Macworld / EUA

03/08/2010 às 18h04

Foto:

Eis um pesadelo comum para ilustradores e fotógrafos: enviar uma prova para um possível cliente e não obter mais retorno; então, algumas semanas depois, ver o trabalho no site desse "prospect" ou em seus anúncios. Os engraçadinhos podem até dizer "perdeu, playboy". Mas não precisa ser assim.

Tanto que muitos profissionais optam por enviar provas com um texto de marca d’água. Isso desencoraja a apropriação indevida de ilustrações ou fotos e ajuda a evitar demorados processos. Note que a marca d’água não é a única maneira de identificar digitalmente o trabalho, mas é muito simples e esteticamente aceitável.

Adicionar esse registro é um processo simples, mas fazer isso com centenas de imagens pode ser exaustivamente repetitivo. Mas há uma maneira de fazer isso automaticamente usando Photoshop CS3, CS4 ou CS5. Saiba como.

watermark01.jpg

A marca d'água identifica a autoria das imagens

 Reúna as imagens
O primeiro passo é salvar cópias das imagens para uma nova pasta. No Finder, clique na Mesa e vá em Arquivo, Nova pasta e nomeie a pasta como Provas, por exemplo. 

Se estiver se preparando para mandar as imagens para o cliente, abra o iPhoto, Aperture ou Lightroom. Encontre as imagens e as exporte como JPEG para a pasta no Desktop.  Ao mover as fotos, elas podem ficar em uma escala menor, para melhor gerenciamento delas, principalmente se forem enviadas por e-mail. A máxima altura e largura de 800 pixels é um tamanho bom para a maioria das provas.

Caso a arte que precisa ser enviada não seja fotográfica (em formato PSD, por exemplo), abra os arquivos no Photoshop e redimensione-os em Image, Image Size para um tamanho melhor e, então, vá em File, Save As, escolha o formato (como JPEG), marque a caixa As a Copy e salve na pasta da Mesa. Será necessário repetir esse processo para cada uma das imagens, e lembre-se que todas as imagens necessariamente precisam das mesmas dimensões em pixels.

Redimensionar todos os arquivos individualmente seria uma grande dor de cabeça; para acelerar esse processo, é possível criar ações no Photoshop que fazem esse trabalho ou utilizar um utilitário shareware como o Downsize 2.7.2 (US$ 20), que foi feito para essa tarefa específica de redimensionar imagens e adicionar marcas d’água. O procedimento seguinte representa uma economia, e mostra como as ações de Photoshop podem ser usadas para todos os tipos de processamento em lote.

Criar uma ação
Uma vez reunidas as imagens do tamanho correto na pasta de Provas, crie uma ação no Photoshop para automatizar a aplicação da marca d’água. Selecione uma imagem na pasta para usar como arquivo de teste; se as imagens tiverem orientações distintas, tanto retrato quanto paisagem, escolha uma em retrato. Isso ajuda na hora de definir a largura do texto marca d’água para que caiba em todas as imagens.

Abra a imagem teste no Photoshop e escolha Window, Actions. Na base do painel de Actions, há uma lista de pequenos ícones. Primeiro, clique no ícone de arquivo para adicionar um novo conjunto; nomeie My Actions e clique OK. Agora clique no ícone de bloco de notas para criar uma nova ação dentro desse conjunto; nomeie Watermark e clique no botão Record.

Agora, com a aplicação monitorando cada alteração, siga esses passos:

1. Clique na opção de cores na barra de ferramentas para escolher uma cor. Branco é a melhor, a não ser que a foto seja muito clara.

 2. Escolha a ferramenta de texto. No topo, a barra de Options (Window, Option) ira mudar, dando as opções para font family, font style, anti-aliasing method e justificação do texto. Configure as preferências da fonte e clique no botão para justificar o texto. Então, digite a marca d’água, por exemplo “Chris McVeigh, © 2010” – para fazer o logotipo de Copyright, digite Option+G. Se o texto for muito grande ou pequeno demais, selecione e ajuste o tamanho.

 3. Abra o painel de Layers (Window, Layers). Clique na camada do texto para modificá-la e então siga para Layer, Layer Style, Blending Options. Na caixa de General Blending, selecione Overlay e então configure a capacidade para 60%. Pressione OK para continuar.

4. Escolha Select, All and then Layer, Align Layers to Selection, Vertical Centers. Isso centraliza o texto vericalmente.

5. Novamente em Select , vá em All and then Layer, Align Layers to Selection, Horizontal Centers. Isso centraliza o texto horizontalmente.

6. Finalize em Layer, Flatten Image.

7. Para salvar, escolha File, Save. Caso pergunte, configure a qualidade do JPEG para 10 (ou melhor) e clique OK.

Pronto. Pare a gravação ao clicar o botão quadrado à direta do botão Record. Caso tenha errado, escolha o passo em questão e clique no ícone de lixo para apagá-lo.  Então basta regravar o passo, clicando no botão circular. Se a imagem ainda estiver selecionada, é possível tirar  seleção escolhendo Select, Deselect.

Processo em lote
Agora que a ação foi definida, é possível usá-la para aplicar a marca d’água em várias imagens automaticamente. Feche a imagem atual e vá em File, Automate, Batch. Em Play, selecione My Actions na caixa Set e então escolha a nova ação, Watermark. Na caixa Source, escolha Folder e clique em Choose.

Encontre a pasta Provas na Mesa e clique em Choose. Em Destination, há duas opções: Save and Close salva por cima dos arquivos existentes e é a escolha mais simples, já há outras cópias dos originais. Folder, entretanto, permite que o usuário salve as imagens em outro arquivo, e também permite configurar um esquema de nomeação dos arquivos. Uma vez feitos os ajustes, clique em OK. Esse procedimento condensa horas de trabalho manual em minutos.

 watermark02.jpg

A ação salva para o processo de edição de lote pode ser reutilizada outras vezes

A marca d’água dessa maneira proporciona uma medida de proteção ao ligar com clientes desconhecidos. E com a ação de marca d’água salva, esse processo faz do trabalho algo mais rápido e simples.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail