Home > Notícias

Piraí compra 5,5 mil notebooks educacionais para equipar rede de ensino

Cidade carioca deve ser a primeira do mundo a entregar laptops educacionais para todos os estudantes da rede pública.

Guilherme Feiltti, editor assistente do IDG Now!

16/06/2009 às 11h10

Foto:

A cidade de Piraí anunciou nesta terça-feira (16/6) a compra de 5,5 mil laptops educacionais Classmate PC, da fabricante nacional Positivo, para equipar toda a rede pública de ensino, em projeto realizado em parceria com a Intel.

Leia especial sobre educação:
> TCU pede vistas, mas libera edital federal
> Indiana Encore ganha segunda licitação
> Laptop educacional deve vingar em 2010
> Fotos: a nova sala de aula
> XO x ClassMate x Mobilis
> Os problemas das escolas públicas
> Como lidar com a cópia na web
> Entrevista: o laptop de 100 dólares

A partir do segundo semestre de 2009, a maioria dos 6,2 mil alunos, distribuídos pelos  21 colégios municipais, receberão os laptops projetados pela Intel, podendo levá-los para casa após o término das aulas.

Segundo a prefeitura, os 5,5 mil laptops anunciados nesta terça se somarão a outros 700 notebooks educacionais que já fazem parte da rede de ensino, herdados do teste realizado pelo projeto Um Computador por Aluno (UCA) em colégios municipais.

A aquisição dos PCs portáteis faz parte do Piraí Digital, projeto iniciado em 2005 que cobriu os 550 metros quadrados do município com banda larga sem fio. Segundo a parceria entre a prefeitura e a fabricante, Piraí se tornará a primeira cidade do mundo a entregar laptops educacionais a todos os estudantes da rede pública. 

O projeto consumiu investimento de 5,28 milhões de reais, com 4 milhões de reais fornecidos pelo Governo Federal para a compra de laptops e 1,28 milhão de reais oferecidos pela prefeitura de Piraí para a infraestrutura e máquinas para professores. Segundo a Intel, cada Classmate PC foi vendido ao município por cerca de 700 reais.

"O projeto não é só entregar, mas prevê a capacitação de professores para que o aluno tenha aulas ministradas pelos computadores", afirmou o vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão.

Os laptops educacionais que serão usados a partir do segundo semestre rodarão softwares de código aberto. "Não podemos fazer um projeto de inclusão digital com software proprietário", afirma a professora e coordenadora do Piraí Digital Maria Helena Jardim.

O Classmate PC a ser entregue para os alunos da rede municipal é a versão 2.0 do laptop educacional da Intel, com chip Atom N270 de 1,6 GHz, 256 MB de memória, até 8 GB de armazenamento, webcam embutida e tela de cristal líquido de até 8,9 polegadas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail