Home > Notícias

Pirataria de software menor geraria US$ 2,9 bi em negócios no Brasil

Seriam também criados 11,5 mil empregos e 389 milhões de impostos adicionais seriam arrecadados, segundo estudo da BSA

Por Redação do IDG Now!

22/01/2008 às 13h56

Foto:

A redução da pirataria de software em 10 pontos percentuais nos próximos quatro anos no Brasil poderia criar 11,5 mil novos empregos, 2,9 bilhões de dólares em receitas e 389 milhões de dólares em impostos adicionais, segundo pesquisa da Business Software Alliance (BSA), apoiada pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES).

Leia mais:

O estudo, conduzido pela International Data Corporation (IDC), mostra que, em 2007, o Brasil investiu quase 20 bilhões de dólares em tecnologia, incluindo computadores, equipamentos de rede, software e serviços, o que representa, aproximadamente, 1,8% do PIB.

Este volume é suportado por mais de 22,5 mil empresas e seus 372 mil colaboradores, que auxiliaram a arrecadação de 7,1 bilhões de dólares em impostos relacionados.

A pesquisa indica que para cada dólar investido em software original outros 1,25 dólar são direcionados para serviços, como instalação, treinamento e manutenção.

Um estudo divulgado pela ABES e BSA em maio de 2007 apontou a redução de quatro pontos percentuais na taxa de pirataria de software do Brasil, atualmente, em 60%. Foi a maior queda registrada em todo o mundo, mas por outro lado é a nação com os maiores prejuízos na América Latina, estimados em 1,148 bilhão de dólares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail