Home > Notícias

Pixel Qi mostra protótipos de telas sensíveis ao toque

As novas telas aparecem em vários mock-ups, mas não há informações sobre seu uso em produtos reais.

Martyn Williams

02/06/2010 às 12h36

Foto:

TAIPEI (01/06/2010) - A Pixel Qi, uma pequena empresa que vem chamando a atenção com uma tela para notebooks que funciona tão bem sob luz artificial quanto à luz do sol, mostrou durante a feira Computex em Taiwan versões protótipo de suas telas equipadas com painéis sensíveis ao toque.

A tecnologia de telas da Pixel Qi combina uma backlight brilhante para boa legibilidade em ambientes fechados com uma camada reflexiva que a torna fácil de ler mesmo sob a luz intensa do sol.

Esta combinação faz com que muitos fabricantes de notebooks e tablets considerem o uso das telas em seus produtos. Com o sucesso no lançamento do iPad as telas sensíveis ao toque são um produto "quente", mas a adição de uma camada sensível ao toque em uma tela reflexiva resulta em uma perda de legibilidade.

"É difícil colocar um painel sensível ao toque sobre uma tela que é basicamente reflexiva", disse John Ryan, COO da Pixel Qi. "A camada capacitiva deixa a imagem amarelada e menos nítida e também reduz dramaticamente a intensidade da luz, então tivemos de trabalhar muito para resolver ambos os problemas".

A Pixel Qi desenvolveu os protótipos de tela para mostrar que é possível combinar uma camada sensível ao toque com sua tecnologia de telas e não sofrer com estes problemas. Várias empresas estavam mostrando computadores equipados com telas da Pixel Qi, mas nenhuma delas anunciou planos para comercialização.

A Shenzen Chuangzhicheng Technology, uma companhia chinesa que produz notebooks para grandes marcas, disse que está considerando o uso das telas em notebooks e tablets para melhorar a legibilidade ao ar livre.

"Já temos um cliente na América do Norte perguntando sobre esta tecnologia", disse William Hsu, diretor da divisão de produtos da empresa. "Ele ficou impressionado, é um grande salto quando usada em um netbook ou tablet".

As telas da Pixel Qi são baseadas em tecnologia desenvolvida por Mary Lou Jepsen, ex-líder da divisão de telas da Intel e CTO do projeto One Laptop Per Child (OLPC, também conhecido como "o notebook de US$ 100"). As telas tem sido alvo de elogios e interesse desde sua estréia no ano passado e a empresa iniciou sua produção em massa no início deste ano. Agora ela estuda a produção de telas em outros tamanhos.




Instale o Flash Player para assistir a este vídeo


 

"Há grande demanda por telas em outros tamanhos", disse Ryan. "Ainda não podemos anunciar nada. Nós "reformamos" a tela que a Dra. Jepsen criou para o One Laptop Per Child, que é uma tela de 7.5 polegadas, e ela estará comercialmente disponível ainda neste ano. Também esperamos ter telas em tamanhos menores para aparelhos voltados à mobilidade, com duas, quatro, sete ou oito polegadas, e deveremos anunciar algo nos próximos meses".

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail