Home > Dicas

Plex: a alternativa open source ao Front Row

Se o media center do OS X não é o suficiente para você, essa é uma alternativa gratuita e open source para o Mac.

Gina Trapani, Macworld/EUA

05/11/2008 às 18h33

Foto:

O Front Row do Mac OS X é uma ótima escolha para assistir filmes ou programas de TV comprados na iTunes Store – para quem tem acesso a ela, o que não é o caso dos brasileiros. E se você quer ver arquivos de mídia que vieram de outras fontes que não a própria loja da Apple,  o Front Row é um pouco inútil.

Mas existe uma alternativa: o Plex, um aplicativo gratuito e open source que faz a mesma coisa. Embora ainda em versão beta, e sofrendo de alguma instabilidade pré-versão final, o Plex é altamente flexível e customizável. Ele é baseado no projeto do XBMC Media Center - só que com uma interface mais bonita.

Existem algumas razões para considerar o uso do Plex no lugar do Front Row. Entre elas:

  • - O Plex reproduz mais formatos de áudio e vídeo, incluindo AVI, MPEG (baixados via BitTorrent), FLV (Flash) vindos do YouTube e áudio Ogg Vorbis.
  • - Ele reproduz mídia enviada de drives de rede compartilhados. Isso significa que dá para manter seus vídeos em um Mac ou PC antigo e ver no seu Mac principal.
  • - O software reproduz arquivos de vídeo que estão divididos em diversos arquivos – como ZIP ou RAR, que não precisam ser extraídos.
  • - O Plex funciona com controles remotos universais, como Harmony, da Logitech, assim como o Apple Remote.
  • - O programa traz ainda widgets com informações – notícias, previsão do tempo e informações de sistema. E ainda permite instalar skins para modificar o visual do programa.

Só que nem tudo é perfeito. O Plex não reproduz arquivos da iTunes Store (óbvio), e não lida direito com fotos do iPhoto. E a Apple TV não reproduz os vídeos da biblioteca do Plex. Tirando esses probleminhas, o Plex até que funciona bem. Pode travar ocasionalmente, dependendo da codificação do vídeo. 

Para rodar o Plex, você precisa de um Mac com processador Intel rodando Leopard. O programa pode ser usado direto em um Mac com mouse e teclado ou ligado a um televisor. A interface principal está em inglês, mas pode ser configurada para uso em português. 

O Plex consegue fazer streaming de mídia de qualquer outro Mac ou PC na sua rede doméstica, logo os vídeos podem estar em qualquer drive compartilhado na casa. De qualquer modo, o Mac que roda o Plex precisa estar ligado à TV.

E, claro, você precisa baixar a versão mais recente do Plex. Monte a imagem de disco e arraste o programa para sua pasta Aplicativos.

plex-principal-580

Interface principal do Plex

Ao abrir o programa, você verá sua tela inicial com o menu principal: dali, você escolhe Vídeos, Filmes, Seriados, Música, Imagens, Tempo e Programas. Use as setas do teclado para selecionar os itens do menu.

Para começar, você precisa informar o Plex onde encontrar seus arquivos de mídia. O programa tem listas de fontes de vídeos, fotos e música – atalhos para pastas localizadas em um disco rígido ou na rede. Você pode definir distintas fontes de arquivos no Plex, e cada computador da rede doméstica pode ter sua própria pasta de vídeo compartilhada onde todos podem colocar vídeos ou salvar DVDs.

Para começar a assistir a um vídeo em sua coleção, vá até Videos, e depois em Adicionar Origem para navegar até a pasta onde ele está armazenado. Uma vez que a sua pasta de vídeos está na lista de fontes, dê um duplo clique nele para ver o conteúdo da pasta e começar a ver qualquer arquivo.

A maioria das ações no Plex (como usar o programa em tela cheia) precisa de um teclado - o mouse, pelo menos no nosso caso, não funcionou. Se você tem um controle remoto, vai precisar dos atalhos de teclado apenas durante a configuração inicial do Plex. Depois disso, os botões do controle remoto terão uma interface muito mais intuitiva.

atalhos-teclado-plex

Por padrão os vídeos aparecem com ícones genéricos, até que você adicione capas de discos e de DVDs. O Plex pode baixar automaticamente capas de discos, DVDs e até imagens promocionais de episódios de TV do IMDb ou de qualquer outra fonte que você escolher.

Para conseguir capas de DVDs para seus filmes convertidos para o Mac, por exemplo, navegue até sua lista Vídeos. Selecione a pasta de origem e pressione C para ativar o menu contextual. Escolha Especificar Conteúdo e dê Enter até aparecer a opção Filmes para escolher a fonte de onde o Plex irá baixar as informações - o IMDb é uma das melhores escolhas. Depois, clique em Executar Exame Automatizado.

O Plex então irá varrer as pastas de vídeo e, baseado no nome dos arquivos, irá adicionar capas, além de informações sobre elenco e até um resumo da história (Para ver esses dados, selecione o arquivo de vídeo, pressione C para chamar o menu contextual e escolha Mais informações).

Se você gostou do Plex, fique de olho em outra versão de XBMC para Mac chamada Boxee, que traz recursos de redes sociais, como compartilhar arquivos e ver recomendações de amigos. Por enquanto, o Boxee está em testes privados da sua versão alpha.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail