Home > Notícias

Polêmica: “pai do iPod” diz que Forstall mereceu ser demitido pela Apple

Em entrevista para BBC, Tony Fadell revela briga com executivo responsável pelo iOS e diz que setor está em "boas mãos" com Jonathan Ive.

Macworld / Reino Unido

29/11/2012 às 13h14

Foto:

Conhecido como o “pai do iPod”, o ex-executivo da Apple, Tony Fadell, sugeriu que Scott Forstall “recebeu o que merecia” quando foi demitido da Apple.

Em entrevista para a BBC, Fadell disse que “Scott recebeu o que merecia. Acho que o que aconteceu há algumas semanas foi merecido e justificado.”

Depois completou: “As pessoas estavam comemorando em Cupertino quando isso aconteceu. Existem outras pessoas incríveis na empresa e elas tem a chance de ter uma presença firme agora e continuar o legado deixado por Steve.”

Na entrevista para a rede britânica, Fadell foi questionado sobre um artigo publicado em 2011 na Business Week que sugeria que ele Forstall tinham sido inimigos na Apple, com o último “invadindo a equipe do colega em busca de talento, criando um clima ‘explosivo’ em que os dois discutiram por crédito, atenção e recursos antes de Fadell sair da empresa”.

A BBC também nota que Fadell disse que, ao passar as responsabilidades de Forstall para o “mago do design” Jonathan Ive, o desenvolvimento de software da Apple está agora em “boas mãos”.

Além disso, Fadell afirmou que trabalhar com Jobs foi uma das relações mais importantes da sua vida, apesar de admitir que o alto padrão exigido por Jobs significava que ninguém podia nunca relaxar perto dele.

Fadell chefiou a divisão de iPods da Apple até 2008, quando saiu para passar mais tempo com sua família – o executivo continuou como conselheiro da empresa até 2010.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail