Home > Notícias

Polícia Federal prende quadrilha que desviava dinheiro pela internet

Crackers obtinham senhas bancárias a partir dos PCs dos correntistas; ação envolveu mandados de prisão em sete Estados.

Redação do IDG Now!

13/05/2008 às 10h47

Foto:

A Operação Cardume da Polícia Federal desarticulou, nesta terça-feira (13/05), uma quadrilha especializada em cibercrimes. A PF cumpriu 27 mandados de prisão, além de 42 mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Sergipe.

Os criminosos obtinham senhas bancárias por meio de phishings, que instalavam malwares na máquina do usuário. A partir dos dados obtidos, os crackers transferiam dinheiro para contas de laranjas, além de pagar contas e fazer compras online.

Série Segurança Digital:
> Diário de um vítima online
> Entenda o que são worms e vírus e proteja-se
> Aprenda a identificar um phishing
> Descubra como ignorar os spams
> Feche a guarda aos cavalos-de-tróia
> Saiba como desmascarar os rootkits
> Proteja-se dos softwares espiões

As investigações, iniciadas em 2007, foram conduzidas pela Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários (DELEFAZ), da Polícia Federal do Rio Grande do Sul, e iniciaram em 2007. A ação foi um desdobramento da Operação Navegantes, quando foram presos 15 crackers e laranjas.

A PF estima que a quadrilha fez mais de 200 vítimas e que fraudes totalizaram em torno de 500 mil reais por mês.

Os integrantes da quadrilha serão indiciados por furto qualificado, formação de quadrilha, interceptação informática não autorizada e receptação - podendo ser condenados ao pagamento de multas e máximo de 8 anos de prisão.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail