Home > Notícias

Polícia nos EUA usa dados de redes sociais para encriminar usuários

Reportagem do Boston Globe mostra que agências policiais usam redes sociais em busca de evidências criminais.

Redaçao de The Industry Standard/EUA

13/01/2009 às 11h51

Foto:

Se você costuma aceitar todos os pedidos de amizade que recebe no Orkut, Facebook ou MySpace, talvez precise repensar não só esta ação, mas também em que tipo de dados você mostra aos seus amigos.

Isto porque alguns contatos que te adicionam podem ser policiais em busca de evidências criminais. Segundo o repórter do Boston Globe, Julie Masis, que entrou em contato com 14 agências policiais, mais da metade usa redes sociais para coletar dados que possam incriminar os usuários.

A busca vai de atividades ilegais a fotografias que retratam crimes - incluindo menores usando álcool e vandalismo.

Segundo as leis de privacidade dos Estados Unidos - ou falta das mesmas -, a polícia pode criar perfis falsos para ter acesso a estas informações.

Enquanto as redes sociais afirmam que um perfil falso vai contra os Termos de Serviço, se um usuário voluntariamente permitir que um policial acesse seu perfil, é o mesmo que permitir que um estranho entre em sua casa sem um mandado de busca.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail