Home > Notícias

Polícia prende executivo acusado de “vazar” dados sobre iPhone e iPad

Segundo o Wall Street Journal, ex-executivos de empresas como Dell e AMD também estão sendo investigados por venda de informações sigilosas

Redação da Macworld Brasil

17/12/2010 às 11h24

Foto:

Uma investigação movida por promotores federais dos Estados Unidos levou à prisão ontem (16/12) de cinco suspeitos de corrupção, entre ele um ex-diretor da Flextronics, empresa que fabrica equipamentos para Apple. A informação foi divulgada pelo Wall Street Journal. Segundo o jornal, os acusados venderam dados secretos de nove empresas.

Um dos presos, Walter Shimoon, ex-diretor de desenvolvimento de negócios da Flextronics, é acusado, entre outras coisas, de vender detalhes sigilosos sobre uma versão a ser lançada do iPhone, além de dados sobre o chamado projeto “tablet K48 ”, que se tornou o iPad, tablet lançado este ano. Apesar da gravidade do caso, ele teria recebido “apenas” 22 mil dólares por essa “consultoria ilegal”.

Veja também:
Especial de Natal - Tudo o que você precisa saber antes de compra um iPad, Mac, iPod... (http://migre.me/30tem)

Segundo as autoridades, na época, Shimoon trabalhava como consultor para uma empresa chamada Primary Global, que tinha acesso a informações sigilosas dos produtos da Apple (com a assinatura de um contrato de confidencialidade). A ação das autoridades, resultado de uma grande investigação que já dura três anos, atinge, também, ex-executivos da AMD e da Dell, acusados de fornecer dados sigilosos sobre suas antigas empresas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail