Home > Notícias

Por dentro do WWDC, o show da Apple

Evento para desenvolvedores, que vai até o dia 12 de junho, atrai desde fãs, que criam verdadeiro clima de final de campeonato de futebol, a modelos de site erótico para iPhone

Breno Masi, diretor da FingerTips

09/06/2009 às 17h47

Foto:

A WWDC, conferência para desenvolvedores da Apple, é, também, um grande show, com fãs que vão à loucura a cada grande anúncio, em um clima que lembra um show de rock. Para falar sobre esse ambiente incomum, convidamos Breno Masi, diretor de Produtos da empresa FingerTips (provedora de soluções para iPhone), que participa da WWDC. Confira:

Após um dia de intensas novidades, acompanhando ao vivo os lançamentos de novos MacBooks Pro, Snow Leopard, do novo iPhone 3G S e do tão esperado iPhone OS 3.0, pudemos nos distanciar um pouquinho da parte técnica dos lançamentos para registrar nossa impressão sobre o ambiente criado em torno da "cultura" Apple e sobre o público desse grande evento.

wwdcpalco300
Expectativa antes do keynote: clima de final de campeonato

O ambiente, principalmente antes do início do keynote de abertura, era como o de uma final de campeonato ou de um show de rock. Uma ansiedade que contaminava todo o local. A decoração do Moscone Center baseou-se muito nos aplicativos e em toda a energia que a Apple direciona para o iPhone. Ela, na verdade, antecipava a confirmação dos rumores sobre os próximos lançamentos da Apple, que circulavam há meses. Enquanto observávamos o movimento pouco antes do evento, flagramos uma ação inusitada da iPorn, empresa de conteúdo erótico para iPhone, que trouxe algumas garotas para chamar a atenção dos desenvolvedores.

iporn300
iPorn: emrpesa de conteúdo adulto para iPhone leva garotas para o evento

Durante o keynote de abertura, toda aquela ansiedade explodia em aplausos a cada novidade anunciada, como em gols de final de Copa do Mundo. O público da Apple, inclusive desenvolvedores e até mesmo imprensa especializada é, sem dúvida, um público de fanáticos. São mais de 3 mil desenvolvedores inscritos e um total de 220 sessões e laboratórios para desenvolvedores. Gente de todas as partes do mundo e de todas as idades, normalmente com aquele perfil "nerd", que hoje anda até bem cotado por aí.

Depois do primeiro dia, em que são anunciados os novos produtos, o evento torna-se bem mais direcionado e interessante para os desenvolvedores, que começam a frequentar os laboratórios e ter acesso aos técnicos da Apple, oportunidade única para uma troca de ideias e experiências com os insiders da empresa. Os contatos entre executivos também serão uma constante a partir de hoje. É sabido que na WWDC são iniciados muitos negócios e parcerias entre empresas que são concretizados durante o resto do ano.

Amanhã espero trazer mais novidades para os leitores da Macworld Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail