Home > Notícias

Positivo desafia crise no Brasil com nova marca de smartphones Quantum

Inspirada nas fabricantes chinesas, nova empresa chega ao mercado com o smartphone Quantum Go, com preços entre R$699 e R$899.

Luiz Mazetto

03/09/2015 às 11h05

quantumgo_625.jpg
Foto:

A Positivo surpreendeu nesta quarta-feira, 2/9, ao anunciar uma nova marca de smartphones para o mercado brasileiro: a Quantum, fruto da mente de três jovens funcionários da fabricante com sede em Curitiba.

Com admitida inspiração em empresas chinesas como a Xiaomi, a recém-criada Quantum só venderá seus aparelhos pelo e-commerce, a exemplo da empresa de Hugo Barra.

Além disso, a companhia aposta em 20 quiosques espalhados pelas principais cidades do Brasil para que os consumidores possam testar os produtos e imprimir bumpers na hora com impressoras 3D. A ideia é que, mais para frente, também seja possível comprar os smartphones diretamente nesses locais.

Quantum Go

O primeiro aparelho da nova fabricante a chegar ao mercado é o Quantum Go, smartphone que chega com o mais recente Android 5.1, sem grandes customizações, promete a Positivo. As especificações incluem tela AMOLED de 5 polegadas, chip MediaTek octacore de 64-bit a 1.3GHz, 2GB de RAM, câmera traseira de 13MP e frontal de 5MP e bateria de 2300mAh.

Também chama a atenção o design bastante fino e leve do aparelho, que pesa apenas 115 gramas e possui 6,5mm de espessura. O visual também foi criado a partir de modelos de aparelhos chineses.

No total, são três modelos à venda a partir desta quinta-feira, 3/9. O Quantum GO 4G, versão mais completa com 32GB de armazenamento (expansível via micro SD), custa 899 reais. Já o Quantum GO 3G custa entre 699 reais (versão com 16GB de armazenamento) e 799 reais (versão com 32GB de armazenamento).

O aparelho está disponível nas cores dourado, cinza e branco, e a empresa também vai oferecer o chamado duo case (que traz duas peças independentes que podem ser combinadas) por 59 reais.

Inicialmente, a nova marca já vai contar com suporte dos 25 pontos de assistência técnica da Positivo pelo país. 

Mercado brasileiro cada vez mais chinês

Além da Quantum, o mercado brasileiro de smartphones fica cada vez mais com a cara da China com a chegada recente da Xiaomi e a postura agressiva da Asus, que é de Taiwan (oficialmente uma província chinesa).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail