Home > Notícias

Preço da TV por assinatura pode aumentar caso PL 29 seja aprovado

Presidente da Sky diz que, para atender às cotas de programação, terá de renegociar contratos com clientes e fornecedores.

Fabiana Monte, da Computerworld

01/12/2009 às 18h22

Foto:

Se o texto do projeto de lei 29 (PL 29) for aprovado da forma como foi redigido, os preços de pacotes de TV por assinatura deverão aumentar e haverá uma enxurrada de ações na Justiça por parte de consumidores, avalia o presidente da Sky, Luiz Eduardo Baptista.

Isso ocorrerá porque as empresas de televisão paga terão de modificar os pacotes de canais contratados por seus clientes (excluindo e incluindo canais - nacionais e internacionais), para atender às exigências da nova legislação.

Além disso, elas terão de renegociar contratos com fornecedores internacionais de conteúdo e encontrar novas fontes para suprir as necessidades de conteúdo nacional impostas pelo PL.

"O preço de um canal em um pacote fechado e na oferta a la carte varia de 100% a 200%. Então, o que custa 'um dinheiro' hoje vai custar de 'dois a três dinheiros'", diz Baptista, que ainda não calculou o impacto que o projeto de lei provocará nos negócios da Sky.

O executivo acredita, no entanto, que terá muitos problemas para satisfazer pelo menos parte dos 1,95 milhão de clientes de seus serviços de TV paga, que contrataram pacotes com determinada grade de conteúdo e receberão canais diferentes dos escolhidos, se o PL 29 for aprovado.

>> Leia a matéria completa na Computerworld.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail