Home > Notícias

Preços online têm queda de 1,7% em abril, segundo índice do Provar

Programa da FIA registra 10ª queda seguida, puxada por CDs, DVDs e produtos de informática. Deflação no ano atinge 11,87%.

Redação do IDG Now!

18/04/2008 às 11h20

Foto:

O índice e-Flation, elaborado pelo Programa de Administração do Varejo (Provar) da Fundação Instituto de Administração (FIA), relativo ao mês de abril apontou que os produtos comercializados pela internet tiveram queda de 1,7% em seus preços.

É a primeira queda de preços após o aumento registrado em março pelo Provar, que quebrou uma seqüência de nove meses de  deflação entre produtos vendidos por serviços de e-commerce. Antes de março, o último aumento de preços registrado (1,91%) tinha sido  agosto de 2007. Nos últimos 12 meses, o índice acumula deflação de 11,87%.

No período, apenas a categoria “Eletroportáteis” apresentou inflação, com o índice de 0,53%.

A deflação de abril foi puxada pelas categorias “CDs e DVDs” e "Informática", cujos preços de produtos vendidos online caíram, em média, 3,78% e 2,52% respectivamente.

As categorias “Telefonia e Celulares” (queda de 2,2%), “Livros” (1,70%), “Linha Branca” (1,63%) e “Cine e foto”, (1,53%) também ajudaram o mercado a ter sua décima queda consecutiva de preços.

Na contramão, a categoria "Eletroportáteis” foi a única a registrar inflação, com acréscimo médio de 0,53% nos preços de seus produtos.

O coordenador geral do Provar, Cláudio Felisoni de Angelo, relaciona a constante queda de preços na crescente competitividade que ferramentas de buscas de preços proporcionam na internet brasileira.

"As variações de preços apuradas no e-Flation refletem um ambiente mais competitivo, onde o consumidor pode pesquisar, rapidamente, as ofertas oferecidas por diferentes empresas", afirma.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail