Home > Notícias

Prejuízo com fraudes em bankline caiu 50% nos últimos dois anos

Estimativas mostram perdas em fraudes nos bancos online caíram de R$ 300 mi para R$ 130 mi. Prejuízo com cartões aumentou.

Lygia de Luca, repórter do IDG Now!

04/12/2008 às 18h21

Foto:

Em dois anos, o total de perdas com fraudes relacionadas a internet banking caiu mais de 50%, de 300 milhões de reais em 2006 para cerca de 130 milhões de reais em 2008, segundo estimativas do Instituto de Peritos em Tecnologias Digitais (IPDI).

Leia também:
> Febraban: proteja-se no bankline

Os números começaram a estabilizar entre 2005 e 2006, que tiveram média igual de 300 milhões de reais perdidos com fraudes em banklines, mostram as estimativas.

Segundo o diretor do IPDI, Otávio Artur, o instituto estima queda de 40% em 2007. Ali, as fraudes somavam cerca de 180 milhões perdidos. Já em 2008, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o prejuízo caiu 27,5%, totalizando a estimativa de 130 milhões de reais.

As ameaças voltadas a internet banking caíram imensamente devido ao “aumento da segurança e consciência dos usuários”, explica Artur. Por outro lado, foi observada pelo instituto uma tendência na migração de ataques para os cartões de crédito e débito - uso presencial e online.

Em 2007, o prejuízo com cartões em geral somou 270 milhões e subiu para 370 milhões em 2008. A conta é feita com base na soma das perdas estimadas pelo IPDI em ambos os canais - que chegaram a 450 milhões de reais em 2007 e 500 milhões de reais em 2008.

prejuizo_bankline_idgnow

“Os grupos envolvidos com operações fraudulentas querem evitar trabalho muito grande para realizar a fraude. Vemos que o trabalho de combate à fraude no internet banking tem tido efeito positivo, e isso leva o fraudador a outros canais”, explica Artur.

O diretor observa que os números maiores no prejuízo com cartões está associado não só a esta migração, mas ao volume e valor das transações, muito maiores que em bancos online.

Artur diz que, agora, “o desafio é replicar o sucesso para a segurança dos dados de cartões, que surtiram um efeito tão positivo no canal de internet banking”.

A estimativa é feita com base em dados da Febraban, no monitoramento de diversos canais da internet, como chats e redes sociais, entre outras fontes.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail