Home > Notícias

Preview: Modo cooperativo de Dawn of War II

Número de esquadrões na campanha deste game de estratégia em tempo real se divide entre os jogadores nas missões.

Redação da GamePro / EUA

09/02/2009 às 18h50

DawnofWarII_370.jpg
Foto:

dawn_of_war2_coop1

Dawn of War II é um título de estratégia em tempo real (RTS), com o diferencial de centrar o game nas unidades de batalha, mudando a dinâmica do combate. Com lançamento programado para 19 de fevereiro, a GamePro revela os aspectos da campanha cooperativa, que podem ampliar o conceito de diversão do RTS.

As unidades de combate em Dawn of War II possuem habilidades específicas, com um sistema de classificação por esquadrões de combate, como em um exército real. Como no título quase não se encontra estruturas de construção, as batalhas da campanha consistem em deslocamentos dos esquadrões de um ponto a outro, conquistando objetivos e batalhando pelo caminho.

dawn_of_war2_coop2

De início, o exército é pequeno, formado por um comandante herói e uma pequena infantaria, armada com habilidade especial de granada. Ao longo da campanha, novos esquadrões com habilidades especiais são adicionados, com o número máximo controlável de 4 por missão. Para sanar essa limitação, uma dezena de esquadrões diferentes se tornam disponíveis ao logo do game, com a opção de cada esquadrão ser selecionado e trocado antes de uma missão.

dawn_of_war2_coop3

No modo cooperativo, o número de esquadrões se divide entre os jogadores, o que torna a estratégia muito eficiente e amplia a interação entre os esquadrões. Essa praticidade do game em conjunto fica mais evidente nas batalhas contra os chefes, já que elas são particularmente difíceis, com cada grande vilão possuindo habilidades únicas. Uma mão extra na organização das tropas nessas horas é mais que proveitosa.

dawn_of_war2_coop4

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail