Home > Notícias

Primeiras impressões: busca por voz do Google no iPhone

Aplicativo de buscas por voz é indicado apenas para uso em inglês e funciona muito bem. Isso nos leva a questionar a ausência de comandos de voz no iPhone.

Macworld/Reino Unido

18/11/2008 às 13h38

Foto:

A nova versão do Google Mobile App permite aos usuários falar o que procuram no Google diretamente no iPhone. Essa informação é "traduzida" em tempo real para os servidores do Google e o aparelho traz os resultados de busca. Um vídeo promocional do Google demonstrou a facilidade de uso de fazer buscas com comandos de voz.

Testamos o produto nos Estados Unidos, onde ele teve um excelente resultado, e na Inglaterra, onde a história foi outra.

O Google diz que não é preciso "treinar" o aparelho para usar o recurso (nem a sua voz).

Testes feitos nos Estados Unidos:

Assim que os editores da Macworld EUA baixaram o aplicativo, a primeira impressão foi a de como o Google implementou bem o novo recurso de reconhecimento de voz, tanto em termos da interface do usuário quanto como ele funciona bem.

O aplicativo liga automaticamente o reconhecimento de voz toda vez que você aproxima o iPhone do seu ouvido (com o aplicativo funcionando, é claro). Você fala e retira o telefone do ouvido. O aplicativo reconhece o que você disse com grande precisão e já traz imediatamente os resultados da busca.

O Mobile App funciona muito bem. E o que nos surpreende é que é a primeira vez que vemos isso em um aplicativo do Google e não um recurso integrado ao próprio iPhone.

google-app-internaComo é um aparelho touchscreen sem nenhum teclado físico e o mínimo de controles de hardware, um dos maiores problemas do iPhone é que ele é praticamente inoperável sem olhar para a tela. E como ele não tem reconhecimento de voz integrado, fica ainda mais difícil de usar.

Mas se o Google consegue implementar controles por voz, por que a Apple não consegue? Imagine o seguinte: por que o telefone, ao ser trazido próximo ao ouvido na tela principal, não ativa automaticamente o reconhecimento de voz e disca para o contato ou número que você ditar?

Com os fones de ouvido conectados, segurar prolongadamente o controle remoto poderia fazer a mesma coisa, tornando ainda mais fácil ligar para alguém quando você está dirigindo. Um último ingrediente seria tornar a tecnologia compatível com fones Bluetooth também. Se o Google consegue fazer, a Apple também pode.

Testes feitos no Reino Unido

Nossos testes iniciais mostraram resultados diversos. O aplicativo não está configurado para reconhecimento de voz em inglês do Reino Unido, então foi preciso ir ao menu Setup do programa para modificar a função. Aqui você lê o alerta que diz: "A busca por voz funciona apenas em inglês e tem melhor resultado se usado o sotaque norte-americano".

O resultado não poderia ser mais verdadeiro, já que a redação toda fala com sotaque britânico: "Macworld" virou "Rockwell", "iPod user" se transformou em "UCLA pizza" e "IDG" trouxe um resultado obscuro e curioso com "Frank The Tank". Mas nem é tão radical assim - o mesmo Google tem um vídeo mostrando que o aplicativo funciona com o sotaque britânico.

Por outro lado, tanto os resultados de busca no iPhone e no YouTube vieram corretos, e talvez com algum treinamento dos comandos de voz os resultados sejam melhores com a busca do Google. A busca funciona para encontrar seus contatos na Agenda.

E, como sua versão anterior, o aplicativo do Google permite acessar os diversos aplicativos do Google, mas agora a interface tem um novo design que torna os recursos mais acessíveis a partir da tela principal.

O software agora usa os recursos do acelerômetro, fornecendo um teclado maior na tela - mas isso impede o uso do recurso de voz.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail