Home > Notícias

Primeiras impressões do novo MacBook Pro de 17″

Portátil é bastante leve e fino em relação a outros modelos com o mesmo tamanho de tela, e permite que o usuário troque o disco rígido e a memória.

Aayush Aya, Macworld/EUA

08/01/2009 às 11h23

Foto:

Passamos algum tempo com as mãos no novo MacBook Pro de 17” no estande da Apple na Macworld Expo. Fizemos uma avaliação rápida dos dois tipos de tela (mate e brilhante).

Basicamente, o notebook de 17” lançado pela Apple na terça-feira (06) é um pouco maior que o MacBook Pro de 15”. Honestamente, é difícil de perceber a diferença, a não ser que eles estejam lado a lado.

A enorme tela de 17 polegadas é grandiosa, e a resolução de 1920 x 1200 é de tirar o fôlego. Como sempre, o brilho é exagerado quando levado ao máximo – quando “lava” a maioria dos reflexos na tela brilhante. A diferença na resolução é grande em relação à tela de 1680 x 1050 do meu MacBook Pro Core Duo.

O acabamento mate, embora não seja tão atraente aos olhos como o brilhante, certamente é mais agradável aos olhos. Não há reflexos ou brilho de lâmpadas para te distrair, até mesmo em um estande cheio deluzes. E isso significa que você não precisa colocar o brilho no máximo para proteger do reflexo das lâmpadas – o que não é algo muito saudável para seus olhos.

Uma coisa que percebi na versão mate é que parece que a cobertura de vidro (presente nos outros MacBooks) foi arrancada do gabinete depois do notebook ficar pronto, dando a impressão de ser um equipamento mais antigo, quando comparado ao modelo com tela glossy. Claro que ele não é produzido desse modo.    

mbpro-17-interna-expo

O resto do novo MacBook Pro é um tanto padrão. Ele é muito fino, que te faz questionar como pode caber tanta coisa ali dentro, mais leve que você imagina de um notebook de 17”, tem todas as portas no lado esquerdo, o SuperDrive e a trava de segurança ficam do lado direito, os alto-falantes ficam ao lado do teclado retroiluminado e a luz de modo sleep na frente.

Segundo o porta-voz da Apple presente no local – e ao contrário de algumas especulações – é possível substituir o disco rígido e a memória por conta própria nessa máquina, embora a bateria não possa ser substituída pelo usuário. Como a parte inferior da máquina é fechada com parafusos, é preciso remover oito deles para retirar o painel até chegar ao HD e à memória. O processo parece mais complicado que nos MacBooks e nos MacBook Pro de 15” para o disco rígido, aumentar a memória é algo muito parecido que nos outros produtos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail