Home > Notícias

Primeiro notebook da Asus chega em janeiro e vai custar 2.499 reais

Empresa, que no Brasil é sinônimo de netbook, se diz preparada para enfrentar os gigantes do setor e procura parceiro local.

Nando Rodrigues, da PC World

11/11/2009 às 11h33

Asus_notebook_UL80V_150.jpg
Foto:

O novo escritório da Asus, localizado na zona sul de São Paulo, ainda nem está pronto e apenas metade do andar está acupado pelos cerca de 30 funcionários que compartilham um ambiente simples, sem divisórias nem baias.

Foi nesse ambiente quase austero que o CEO da empresa, Jerry Shen conversou com a reportagem da PC World e contou que a Asus irá diversificar sua presença no mercado brasileiro e começa a vender, a partir de janeiro, notebooks. “O Brasil é extremamente importante para nossa operação. Descontado o México, o País responde por 70% dos nossos negócios na América Latina”, conta, revelando que a operação local cresce a taxa de 25% ao ano.

A presença da Asus no segmento de notebooks varia conforme o país. Segundo Shen, há mercados em que a empresa tem cerca de 35% de market share. O executivo diz que a empresa lidera o mercado portáteis na Rússia e é a terceira em vendas de notebooks na China. “Começamos com o Eee PC [netbook] no Brasil. Mas já passou a fase de entender o mercado, necessário para definirmos qual é o produto certo e o preço adequado. Chegou a hora de avançar”. Além disso, ressalta Shen, os notebooks são mais atrativos do ponto de vista de retorno financeiro, com margem de lucro 80% maior do que a dos netbooks.

O primeiro movimento nesse sentido se dará com a venda local, a partir de janeiro de 2010, de notebooks da séria Unlimited. O primeiro modelo, o UL80V, voltado para o segmento médio, tem preço estimado em 2.499 reais. O equipamento chega com chip Intel Core 2 Duo SU9400 de 1,4 GHz; 4 GB de RAM DDR3; placa gráfica Nvidia GeForce G210M; LCD de 14 polegadas; HD de 250 GB; 2kg de peso; bateria com autonomia de até 12 horas; e sistema operacional Windows 7 Home Premium. A linha Unlimited terá ainda equipamentos high end, de alto desempenho, e modelos de entrada, para o disputado mercado de baixo custo.

Asus_notebook_UL80V_350.jpg

Segundo Shen, o foco inicial da empresa era atuar no segmento de máquinas topo de linha, mas este é um segmento cujas vendas vêm caindo ano a ano no mundo todo. “Voltamos nossa atenção para onde as oportunidades estão, os mercados de médio e pequeno portes”.

A empresa deve repetir a estratégia adotada com o Eee PC. Com a sedimentação do mercado, a Asus irá partir para a produção local e esta, aliás, foi a principal razão da visita do CEO ao Brasil. Jerry Chen, acompanhado do diretor mundial de produtos da empresa, Eric Chen, passou toda esta terça-feira (10/11), em reuniões com potenciais parceiros. “A Visium [empresa curitibana responsável pela fabricação dos Eee PCs no Brasil] é uma forte candidata, mas existem outras empresas no radar”.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail