Home > Notícias

Pro Teste cobra da Infraero oferta de web grátis nos aeroportos

Entidade notifica empresa cobrando promessa de acesso ilimitado nos aeroportos do País. Hoje acesso sem fio custa 25 reais.

Redação do IDG Now!

21/12/2009 às 11h49

Foto:

A associação Pro Teste de defesa do consumidor enviou um ofício para a Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero), na última sexta-feira (18/12), cobrando uma promessa de oferta de acesso gratuito à Internet, sem restrições de sites, em todas as áreas dos aeroportos brasileiros, inclusive nas salas de embarque.

"Para a Associação, não se justifica o  passageiro já pagar uma das mais altas taxas de embarque para uso dos aeroportos – em torno de 20 reais, e ainda ter que desembolsar 25 reais por dia para poder se conectar do aeroporto em computadores portáteis via rede wireless, enquanto aguarda o horário do voo", afirma a Pro Teste em seu site.

De acordo com a Pro Teste, a internet  sem fio provida pela Infraero, prometida para o fim de 2008 e só oferecida de fato em julho de 2009, não permite acessar sites noticiosos, de bancos ou e-mails. O usuário tem que recorrer a conexões privadas e pagar a uma operadora que atue nos aeroportos de Congonhas e Guarulhos, Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Campinas, Brasília, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Manaus, Confins (MG), Salvador e Recife.

Hoje ao abrir o computador portátil no aeroporto, o usuário é
direcionado a uma página de autenticação, na qual tem que se
identificar e só tem acesso gratuito a sites do governo, com extensão
.gov.br.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail