Home > Notícias

Processadores “Haswell”, da Intel, trarão grande ganho no desempenho gráfico

Aumento no desempenho poderá ser de até três vezes em relação às GPUs Intel HD Graphics 4000 usadas nos atuais procesadores Intel Core “Ivy Bridge” de 3ª geração.

Agam Shah, IDG News Service

03/05/2013 às 12h22

Foto:

A Intel deve anunciar a quarta geração de sua família Core de processadores, de codinome Haswell, em junho, mas a empresa já está divulgando alguns “teasers” com informações sobre seu desempenho.

Os processadores Haswell terão o dobro de desempenho gráfico em comparação aos processadores Core de 3ª geração da atual família Ivy Bridge, de acordo com slides divulgados pela Intel nesta quarta-feira. A empresa diz que o ganho de desempenho pode chegar a quase três vezes no caso dos processadores projetados para uso em desktops.

Os recursos gráficos do Haswell irão permitir a execução de jogos em alta-definição e vídeo em 4K, reduzindo a necessidade de investimento em uma GPU dedicada para estar tarefas.

A expectativa é que a Intel anuncie processadores Haswell durante a Computex 2013 em Taiwan, no início de Junho. Fabricantes de PCs deverão mostrar notebooks, tablets e desktops baseados nos novos chips durante a feita, que acontece em Taipei entre os dias 4 e 8 de Junho. Segundo a Intel notebooks equipados com processadores Haswell podem ser lançados em meados deste ano.

Segundo a fabricante a autonomia de bateria de Ultrabooks equipados com os novos processadores de quarta geração irá dobrar. Haswell também irá possibilitar o dobro do desempenho com o mesmo consumo de energia dos processadores Ivy Bridge. A Intel já falou em processadores Haswell que consomem apenas 7 Watts, e a empresa espera que alguns deles possam ser usados em tablets de alto desempenho para games.

Processadores baseados na arquitetura Haswell irão permitir que notebooks toquem vídeo em 4K (com resolução de 3840 x 2160 pixels, quatro vezes a resolução de um vídeo em Full HD). Sua GPU integrada também é mais rápida na conversão e renderização de vídeo usando um recurso chamado QuickSync, que já existia em processadores Ivy Bridge, porém em versão mais lenta.

O desempenho gráfico do Haswell irá depender do tipo do chip e da configuração do PC. Por exemplo um chip Core i7-4650U, projetado para uso em Ultrabooks e com consumo de 15 Watts, tem uma vez e meia o desempenho gráfico de um chip equivalente de 3ªgeração, como o Core i7-3687U de 17 Watts. Um Core i7-4558U, com consumo de 28 Watts, dobra o desempenho gráfico em relação ao modelo de 17 Watts.

Os processadores Haswell tem suporte ao DirectX 11.1, a mais recente versão da plataforma para desenvolvimento de jogos da Microsoft. Eles também terão suporte a OpenGL 4.0 e OpenCL 1.2, um framework de ferramentas para programação paralela que permite usar o processador gráfico para auxiliar na realização de certos tipos de cálculos e tarefas.

A Intel também está introduzindo uma nova nomenclatura para os processadores gráficos integrados em seus chips. A GPU Intel HD Graphics 500 será usada em processadores com consumo de 15 Watts, e as mais poderosas Iris Graphics 5100 e Iris Pro Graphics 5300 serão usadas em processadores Haswell com maior consumo de energia. 

A Intel tipicamente lança uma nova linha de processadores para desktops e notebooks a cada ano, com cada geração trazendo melhorias no desempenho do processador e desempenho gráfico. Mas com o mercado de PCs em queda, os processadores Haswell são talvez o mais importante lançamento para a companhia até o momento. A Intel também espera que seus chips de quarta-geração sejam usados em aparelhos como tablets e híbridos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail