Home > Notícias

Jobs chantageou Palm para evitar saída de funcionários da Apple, segundo processo

De acordo com a agência Reuters, cofundador da Apple ameaçou processar Palm caso a empresa não parasse de tentar contratar seus funcionários em 2007.

Da Redação

23/01/2013 às 14h10

stevejobs_43504.jpg
Foto:

O cofundador da Apple, Steve Jobs, teria ameaçado processar a Palm caso o então diretor executivo dessa empresa não concordasse em parar de tentar contratar funcionários da “maçã”, segundo uma ação judicial que tornou-se pública nesta terça, 22/1. As informações são da Reuters.

Segundo a agência, cinco funcionários de tecnologia entraram com um processo civil contra a própria Apple, além de Google, Intel, e outras empresas da área. Eles acusam as companhias em questão de praticarem conspiração ilegal para acabar com a concorrência entre seus funcionários e evitar salários maiores.

As empresas acusadas tentaram manter alguns documentos em segredo, mas a juíza da Califórnia, Lucy Koh, rejeitou esse pedido. Dessa forma, foram revelados detalhes de mensagens trocadas em 2007 entre Jobs e o então diretor executivo da Palm, Edward Colligan.

De acordo com os documentos, Jobs teria proposto eliminar a disputa por talentos da área entre as empresas. “O Sr. Jobs também sugeriu que se a Palm não concordasse com tal acordo, poderia enfrentar processos judiciais alegando violação de muitas das patentes da Apple”, afirma Collingan na declaração. Ainda segundo o processo, Colligan disse a Jobs na época que o plano em questão era “provavelmente ilegal” e que sua empresa “não se intimidava” com a ameaça.

A Reuters não conseguiu entrar em contato com representantes da Apple e da HP, que comprou a Palm recentemente, para comentar o assunto.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail