Home > Notícias

Projeto Forsoft vai capacitar em programação 10 mil jovens carentes

MCT investiu 4 milhões de reais no programa que vai formar programadores de nível médio retirados de comunidades carentes em 2009.

Redação do Computerworld*

13/11/2008 às 8h40

Foto:

Os Ministérios da Ciência e Tecnologia (MCT) e do Trabalho e Emprego (MTE) assinaram um acordo na terça-feira (11/11) para formar 10 mil programadores de nível médio em 2009. A iniciativa consolida o projeto ForSoft, que, como piloto, recebeu investimentos da ordem de 4 milhões de reais do MCT desde 2006.

De acordo com informações oficiais, a iniciativa privada destinou um valor semelhante, por meio das "empresas-madrinhas" que fazem parte do ForSoft.

O objetivo é formar jovens, recrutados em comunidades carentes, como programadores de computador em nível médio. O projeto piloto utilizou metodologia de Ensino a Distância (EAD) e proporcionou o desenvolvimento de material pedagógico – apostilas e gravação de aulas em DVD – que reúne todas as matérias necessárias para a formação dos alunos.

A assinatura do acordo marcou também a formatura simbólica dos programadores da primeira fase do ForSoft, representados por um grupo de alunos de diversos Estados. A nova etapa do projeto começará no início de 2009 e incluirá aulas de inglês na formação dos programadores. Outra novidade é que o tempo do curso passará de 18 meses para cinco meses.

A iniciativa privada participa do projeto por meio de "empresas-madrinhas", que escolhem a linguagem para a formação dos programadores baseadas em suas necessidades regionais, selecionam as cidades onde os cursos acontecem e contratam no mínimo 10% dos alunos formados. Na nova fase do ForSoft, pequenas e micro empresas poderão fazer parte do projeto.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail