Home > Notícias

Projeto prevê banco de dados para proteger marcas registradas na web

Decisão foi tomada para dificultar o registro de endereços de sites na rede por pessoas e entidades sem direito de usá-los.

Redação do IDG Now!

12/03/2010 às 17h26

Foto:

A Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN), entidade que normatiza os endereços da internet, vai criar um banco de dados global para proteger as marcas registradas de serem usadas indevidamente em nomes de domínio.

A decisão foi divulgada nesta nesta sexta-feira (12/3) durante o encerramento da 37.ª reunião da entidade, em Nairóbi (Quênia). No evento, seus diretores aprovaram a criação de uma "câmara de compensação" de marcas registradas. A ICANN comunicou ainda a adoção de processos "extremamente rápidos" que ajudarão empresas e pessoas a exigir reparação em casos de uso indevido de marcas registradas.

Primeiro nível
Em outra decisão, o quadro de diretores da entidade rejeitou uma proposta que implementaria um sistema de pré-registro para interessados em registrar domínios genéricos de primeiro nível.

Os domínios genéricos de primeiro nível são as terminações como ".com", ".net" e ".org" e não são associados a qualquer país. As novas normas da ICANN preveem que qualquer palavra, em quase qualquer língua, possa ser usada para criar novos domínios, estendendo a lista atual de 21 opções.

Segurança DNS
No mesmo evento, em 9/3, o presidente da ICANN, Rod Beckstrom, fez comentários inflamados sobre a insegurança do sistema de nomes de domínio da internet (DNS). A manifestação foi repreendida pelo presidente do conselho da Country Code Name Supporting Organization (ccNSO), Chris Disspain, para o qual as declarações podem prejudicar o relacionamento obtido com diversos governos sobre o assunto.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail