Home > Dicas

Prós e contras de fazer o desbloqueio do iPhone

Jailbreak permite ter acesso a vários programas e recursos não autorizados pela Apple, mas torna o equipamento mais vulnerável

PC World/EUA

13/11/2009 às 17h32

Foto:

O chamado jailbreak (desbloqueio do iPhone) é um assunto polêmico desde o lançamento do smartphone da Apple, há mais de dois anos. Apesar de ter programas na App Store (loja online da Apple) para quase todo tipo de coisa (de localizadores de carros em estacionamento a simuladores de sabre de Jedi), muitas vezes a Apple adota uma conduta arbitrária, como no caso do rejeitado Google Voice, levando alguns usuários a pensarem em desbloquear seus aparelhos, seja para ter mais softwares ou mesmo para fugir de uma operadora (nos Estados Unidos, por exemplo, iPhone é exclusividade de AT&T).

Um grupo de hackers conhecido como iPhone Dev Team se especializou nessa modalidade, desenvolvendo ferramentas para o jailbreak poucos dias após a publicação de uma nova versão do sistema operacional do aparelho, com dicas, tutoriais e softwares para quem deseja rodar programas não reconhecidos pela Apple.

A legalidade do jailbreak ainda é questão em análise. De um lado, os hackers do iPhone Dev Team oferecem ferramentas gratuitas, sem o uso de código proprietário, o que não configura violação de direitos autorais. Do outro, a Apple já encaminhou uma ação na qual argumenta que o uso do jailbreak viola a lei dos direitos autorais porque usa uma versão modificada do chamado bootloader da Apple, o software que carrega o sistema operacional principal.

Se você está  interessado em desbloquear seu iPhone, saiba que há vantagens e desvantagens. Conheça alguns cuidados a serem tomados bem como os benefícios gerados com o jailbreak.

iphone perfil

iPhone: desbloqueio amplia opções de software

Pró: muitos aplicativos extras
Cydia e seu mais novo concorrente, o Icy, são verdadeiras lojas de aplicativos não oficiais para iPhone. Nessas lojas você vai encontrar centenas de aplicativos incríveis que talvez tenham sido rejeitados na App Store por oferecer recursos que a Apple não gostaria que você tivesse. Exemplos? O Cycorder é um aplicativo que permite a gravação de vídeo em iPhones anteriores ao 3GS. O PdaNet permite usar a conxão 3G do iPhone para conectar seu notebook na internet nos Estados Unidos. O GVMobile é um aplicativo para ser usado com o Google Voice. Além disso, para quem é adepto da pirataria (Macworld é contra), é possível conseguir aplicativos pagos da App Store gratuitamente.

Pró: personalização total da interface do usuário
A interface do usuário do iPhone é excelente, mas é limitada para algumas personalizações, como a troca de papel de parede e estilo de menus, entre outras. Com o aplicativo Winterboard, é possível instalar um imenso número de skins para alterar a aparência do iPhone. O SBSettings permite acesso rápido às configurações do sistema a partir de qualquer aplicativo. O usuário pode adicionar um quinto ícone de aplicativo na barra Dock da parte inferior da tela e alterar os sons de notificação do aparelho.

Pró: espírito de rebelião
Segundo a Apple, ao manter o iPhone sem alterar o sistema, a empresa
consegue manter a qualidade do produto e oferecer uma experiência
consistente. Mas, com os vetos constantes a programas na App Store, limitações impostas aos desenvolvedores e restrições
de uso (nos Estados Unidos, os usuários da AT&T ainda não conseguem
usar o aparelho como modem, o que já é possível no Brasil), muitas
pessoas se sentem impulsionadas a aderir ao "espírito de rebelião".

Contra: cuidado com Rick Astley
A menos que você seja um grande fã de Rick Astley (lembra dele?), pode não ser tão agradável encontrar o cantor na tela do aparelho. iPhones desbloqueados na Austrália foram afetados por um vírus que substitui o papel de parede do dispositivo por uma foto do astro dos anos 80. O vírus, batizado de ikee, atinge apenas iPhones que utilizaram o jailbreak e não tenham alterado a senha do usuário principal no sistema. Ele é inofensivo, mas uma outra praga virtual semelhante (Privacy.A) surgiu logo depois com capacidade para expor todos os dados de aparelho infectados...

Contra: garantia
Triste, mas é a realidade. Se você usar o jailbreak para desbloquear seu iPhone, a Apple anula sua garantia. Ou seja, se você precisa de ajuda, não conte com a Apple, nesse caso. Mas é possível  contornar esse problema com a restauração de um sistema novo com o iTunes (não significa fazer backup, mas restaurar o sistema). A Apple não deverá identificar o desbloqueio.

Contra: atualizações da Apple podem "detonar" o jailbreak
Se você é uma pessoa preocupada com a segurança do seu iPhone e gosta de manter sempre o telefone atualizado com as últimas correções lançadas pela Apple, o jailbreak pode não ser para você. Sempre que uma nova atualização é lançada para o iPhone, o desbloqueio atual para de funcionar. Ou seja, seus aplicativos desbloqueados serão apagados. O lado bom é que geralmente a equipe do iPhone Dev Team costuma trazer novas ferramentas nas semanas seguintes.

Contra: instabilidade
Todo sistema operacional pode ter problemas a qualquer momento, e o iPhone OS não é diferente. Ao utilizar alguns aplicativos não reconhecidos pela Apple, é possível enfrentar problemas de funcionamento no smartphone, como lentidão do aparelho.

Contra: segurança
Os jailbreaks podem, por exemplo, liberar o acesso ao usuário principal do sistema para hackers, o que pode causar danos, como o acesso indevido aos seus dados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail