Home > Notícias

Protótipos de novos alto-falantes da Sony usam tubos de vidro

Protótipos "Hibiki" e "Kanade" contam com alto-falantes no formato de um tubo de vidro que vibra e emite sons de forma uniforme.

IDG News Service/Japão

11/09/2008 às 9h18

Foto:

A Sony desenvolveu protótipos para alto-falantes de próxima geração que estão pendurados no teto ou usam um sistema de áudio completo como base, utilizando a mesma tecnologia da linha Sountina.

Os dois protótipos foram revelados nesta quarta-feira (10/09) durante um evento em Tóquio para o varejo de eletrônicos. Como o Sountina, os aparelhos emitem som a partir de longos tubos de vidro, afirmou o engenheiro de acústica da divisão sonora da Sony, Nobukazu Sukuzi.
 
Também como a recém-lançada Sountina, o tubo de vidro no protótipo é energizado por pequenos aparelhos que se conectam ao tubo para virá-lo verticalmente.

Ondas viajam pelo tudo e são dispersadas em uma faixa de 360 graus horizontal, o que significa que o som se espalha do tubo de forma uniforme e pode ser igualmente ouvido a partir de qualquer posição.

O alto-falante pendurado, chamado de "Hibiki", parece uma luminária estilosa e foi criado para ser posicionado sobre uma mesa ou uma sala para que seja usado sem parecer um aparato de som, afirma Suzuki.

O segundo protótipo, chamado de "Kanade", é um alto-falante não diferente do Sountina. Abaixo do alto-falante está um aparelho de som integrado para que o aparelho funcione como um sistema de áudio "all-in-one" com apenas um cabo de energia.

O NSA-PF1 Soutina começou a ser vendido no Japão em junho por 9.295 dólares e estará disponível em outros mercados internacionais, segundo a Sony.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail