Home > Notícias

Psystar vai oferecer discos de reparação para clones de Mac

A fabricante de clones de Mac, já processada pela Apple, distribuirá discos de reparação gratuitos e afirma que suas atividades continuam normalmente.

Computerworld/EUA

20/08/2008 às 10h30

Foto:

A Psystar, fabricante de clones de Mac processada pela Apple, anunciou a distribuição de discos de reparação aos consumidores para ajudá-los na reinstalação do sistema operacional Mac OS X 10.5.

A empresa, que começou a vender seus clones Open e OpenPro em abril, foi processada pela Apple há cerca de sete semanas, acusada de infração de copyright e marca registrada, quebra de contrato e competição desleal.

>>>Leia também:
Psystar contrata defesa que já venceu a Apple
Open Tech também quer vender "clones" de Mac
Clones de Mac estão na mira da justiça

A Apple afirmou que a prática da Psystar de instalar o Leopard em suas máquinas violou o acordo de licença para usuários finais (EULA) do Mac OS X. “Você concorda em não instalar, usar ou executar o software da Apple em qualquer computador que não seja da Apple ou permitir que outros o façam”, especifica o EULA.

A ação judicial fez com que a empresa inserisse um alerta na página inicial do seu site, na semana passada, para lembrar aos consumidores potenciais que está em atividade. “Recentemente, nossa equipe de vendas tem recebido diversas questões sobre a possibilidade de nossos sistemas não estarem disponíveis”, disse a companhia. “A Psystar definitivamente está distribuindo produtos de computação aberta”.

Em outra mensagem, também postada na semana passada, a empresa anunciou que iria distribuir mídias de reparação aos consumidores que adquiriram sistemas Intel vendidos com Leopard pré-instalados. O disco faz com que seja possível fazer o boot por meio do DVD de instalação do Mac OS X ou fazer a inicialização a partir do Leopard
Console para visualizar erros internos e status das mensagens que indicam a necessidade de reparação de problemas.

Proprietários de clones da Psystar devem contatar a companhia por fax ou e-mail para solicitar os discos de reparação, que serão distribuídos gratuitamente, de acordo com a companhia.

A corte federal, na segunda-feira (18/08), concedeu um segundo prazo para que a Psystar possa responder à acusação da Apple. As empresas concordaram em estender o prazo, anteriormente previsto para 18 de agosto, para 28 de agosto.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail