Home > Notícias

Qual a responsabilidade do usuário sobre sua privacidade no Facebook?

A rede social é alvo de críticas, mas os usuários também devem tomar cuidado quando compartilham seus dados.

IDG News Service

17/05/2010 às 11h42

Foto:

Muitos parecem  aderir aos movimentos contra o Facebook por questões pessoais e de privacidade. Mas talvez a atitude certa seja se perguntar como o Facebook obteve os seus dados e analisar a situação antes de se voltar contra a rede social.

É fato que o Facebook não está completamente certo sobre suas atitudes em relação à privacidade, mas os seus usuários também não são totalmente inocentes.

Personalidades conhecidas na web nos EUA, como Leo Laporte, Cory doctorow, Matt Cutts e Jason Rojas apagaram suas contas como uma forma de protesto – alguns em grandes eventos públicos. Mas o que está faltando nessa indignação toda sobre as políticas de privacidade do Facebook é o fator “mea culpa”.

A situação é similar a um caso no qual uma mulher derrubou um café do McDonald’s em sua perna e processou a empresa porque o café estava quente e o McDonald’s não a avisou que apoiar o café em suas pernas poderia ser ruim. É como atirar em alguém e culpar a bala sem pensar em quem foi responsável por puxar o gatilho.

Mesmo se o Facebook não existisse, uma grande quantidade de informações pessoais já está disponível na web em registros ou documentos públicos em sites como o BeenVerified.com ou Whitepages.com. 

Tratando-se de informações pessoais, os usuários precisam ser responsáveis ao compartilhar seus dados. Neste caso, a privacidade e as redes sociais estão nos extremos opostos e cabe ao internauta  ser cuidadoso ao compartilhar informações e utilizar os controles fornecidos.

O maior problema não é só o Facebook ter a informação ou o fato de como essa informação é utilizada ou distribuída. Muitos usuários estão frustrados porque as regras mudam a todo o momento. Cada vez que o Facebook apresenta um novo recurso ou apresenta um novo serviço ou parceria, informações são expostas indevidamente em novos meios.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail