Qual é o melhor antivírus para Windows e macOS?

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor já testou para você

Foto: Shutterstock
https://pcworld.com.br/qual-e-o-melhor-antivirus-para-windows-e-macos/
Clique para copiar

A Proteste, Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, testou os principais produtos de internet security, ou seja, antivírus e outros programas a serem instalados em computadores a fim de protegerem o usuário e seus arquivos.

Para o teste de escaneamento com interação do usuário, foi criado um cenário com utilização da web, uso de USB, verificação do falso positivo, escaneamento automático, detecção de ransomware e ataques de phishing.

No total, foram testados 36 softwares de internet security, sendo 18 para Windows e oito para macOS. Confira alguns dos principais e seu desempenho:

  • G Data: apenas pago, tem função antiphishing e controle parental, foi avaliado como aceitável para Windows e se saiu bem no macOS, apesar de decepcionar nos testes de web e ransomware;
  • Avira: disponível nas versões paga e gratuita, foi considerado um dos piores tanto para Windows quanto para macOS, entretanto, foi aceitável na verificação offline de malware;
  • McAfee: apenas pago, tem função antiphishing, foi considerado, também, um dos piores para Windows, sendo muito ruim no teste de ransomware e ruim no teste de verificação offline de malware;
  • Avast: disponível nas versões paga e gratuita, se destaca no combate ao phishing e no escaneamento automático, além de ter um bom desempenho geral;
  • Panda: também um dos piores para Windows, muito ruim no teste de ransomware, ruim no teste de phishing, muito ruim na verificação offline de malware, contudo, considerado bom no escaneamento automático e no quesito instalação;
  • Trend Micro: ao lado dos antivírus já citados acima, é um dos piores para Windows, muito ruim na verificação de malware, mas bom no escaneamento automático;
  • Kaspersky: apenas pago, considerado muito ruim no teste de ransomware e bom no quesito facilidade de uso e instalação;
  • Norton: apenas pago, muito ruim na verificação offline de malware, muito bom no escaneamento automático, bom na desinstalação e aceitável no geral;
  • Bitdefender: disponível nas versões paga e gratuita, tem função antiphishing, considerado muito bom na defesa geral dos computadores e, inclusive na facilidade de uso, porém, a versão paga tem melhor desempenho;
  • Bullguard: apenas pago, tem função antiphishing, controle parental e foi considerado prático na desinstalação;
  • Eset: apenas pago, tem função antiphishing, controle parental e foi considerado prático na desinstalação;
  • AVG: apenas gratuito, tem função antiphishing e bom desempenho geral, principalmente para macOS.

Diante dos resultados, a Proteste constatou que o Bitdefender, tanto pago quanto gratuito, é a melhor opção. Para Windows, algumas opções gratuitas são eficazes, como é o caso do Avast gratuito, que é melhor do que sua própria versão paga e bate de frente, até mesmo, com o Bitdefender pago, um dos mais fortes. No macOS, outro gratuito também se destacou: o AVG gratuito foi o escolhido ao obter apenas um ponto a menos do que o Bitdefender pago.

No site da Proteste, é possível fazer comparações entre cada um dos antivírus citados.

Relacionadas

Por que você pode parar de pagar por softwares de antivírus

O Windows Security da Microsoft (anteriormente Windows Defender) agora está em pé de igualdade com as soluções pagas, como McAfee e Norton

‘Coringa’ invade celulares Android sem autorização

Não é bem o que você está pensando

Site da Caixa tinha vulnerabilidade que expunha dados dos usuários

Um cliente do banco tentou acessar a página do FIES e descobriu a falha de segurança

O notebook pifou? Veja seis formas de consertar laptops que não ligam

Aqui estão nossas dicas de especialistas para consertar um laptop ou PC que se recusa a ativar ou inicializar no Windows

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site