Home > Notícias

Qualcomm diz que processadores com oito núcleos são “burrice”

Empresa afirma que simplesmente adicionar mais núcleos a um processador não é a melhor solução para oferecer ao usuário uma boa experiência com um aparelho

Michael Kan, IDG News Service

02/08/2013 às 13h59

Foto:

Processadores com oito núcleos são “burrice”, já que os consumidores querem uma experiência que resulta de mais do que simplesmente agrupar um punhado de núcleos, disse um executivo da Qualcomm, se referindo aos processadores de oito núcleos para smartphones e tablets anunciados recentemente.

“Você não pode pegar oito motores de cortadores de grama, colocá-los juntos e dizer que tem uma Ferrari de oito cilindros. Simplesmente não faz sentido”, disse Anand Chandrasekher, Vice-Presidente Sênior da empresa, de acordo com a transcrição de declarações feitas à imprensa de Taiwan nesta sexta-feira.

“A Qualcomm foca em dar aos consumidores uma boa experiência, o que exige bons modems, longa autonomia de bateria e um preço acessível, disse ele. Simplesmente colocar mais núcleos juntos é o equivalente a jogar espaguete na parede pra ver o que gruda”, disse ele.

Os comentários foram feitos após a rival MediaTek anunciar um novo processador de oito núcleos que, segundo a empresa, irá oferecer melhor desempenho do que os produtos de concorrentes.

Quando perguntado sobre se a Qualcomm iria um dia lançar seu próprio processador de oito núcleos, Chandrasekher disse “não fazemos coisas sem sentido. Quando você não consegue projetar um produto que atenda às expectativas dos consumidores, talvez seja este o momento em que você recorre a simplesmente adicionar mais núcleos”, disse ele. “Está é uma forma burra de fazer as coisas, e não acho que nossos engenheiros sejam burros”. 

Em resposta a MediaTek disse que seu processador de oito núcleos é apenas uma das mais novas inovações da empresa em tecnologia e inovação. A empresa alega que, compara aos concorrentes, tem laços mais estreitos com o mercado, e com isso irá lançar processadores que atender às expectativas dos consumidores.

“O chip tem capacidade aprimorada para multitarefa, e ao mesmo tempo irá ampliar enormemente a experiência com seus aplicativos”, disse a MediaTek via e-mail.

O processador de oito núcleos da empresa chegará ao mercado no final deste ano. Ele é diferente de outros produtos já no mercado porque pode usar todos os oito núcleos simultâneamente, de acordo com a MediaTek. A empresa diz que isso irá ajudar a reduzir o consumo de energia, e aumentar a estabilidade na execução de aplicativos.

No passado a Qualcomm defendeu ativamente seus produtos de chips rivais alardeando mais núcleos. Tanto ela quanto a MediaTek estão competindo para conquistar uma maior fatia do mercado de chips para smartphones e tablets, lançando produtos tanto para aparelhos topo de linha quanto para modelos de entrada. A Qualcomm vem aproveitando o sucesso de seus processadores Snapdragon, que podem ser encontrados em aparelhos como o HTC One, Samsung Galaxy S4 4G e no novo tablet Nexus 7 anunciado recentemente pela Google e ASUS.

Já os processadores da MediaTek estão sendo usados por fabricantes como a Acer, Lenovo e a Xiaomi, uma empresa que atua apenas na China. A Samsung também tem um processador de oito núcleos, o Exynos 5410, usado na versão 3G do Galaxy S4. No mês passado ela lançou uma nova versão do chip, o Exynos 5420, que opera em frequência mais alta e tem uma GPU mais poderosa. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail