Home > Notícias

Quase 20% dos usuários de PC sofrem com ameaças cibernéticas no Brasil

Relatório da Avast verificou que há pendências em 19.54% dos computadores residenciais e em 14.78% dos dispositivos corporativos

Da Redação

12/04/2019 às 18h35

Foto: Shutterstock

Um estudo da empresa de segurança Avast afirma que 19.54% das máquinas residenciais no Brasil correm risco de qualquer tipo de infecção. Também há 7.26% dos usuários residenciais com risco serem vítimas de uma ameaça avançada. Na comparação com os usuários corporativos, o percentual de computadores de empresas brasileiras que estão sob risco de qualquer tipo de ameaça é de 14.78% e de 3.83% com risco para ameaças avançadas.

A pesquisa traz ainda o percentual de risco de ameaças para PCs por estado brasileiro. A lista traz o Maranhão no topo com 23.94% de PCs residenciais com risco para todas as ameaças. Já Alagoas está na liderança com 9.15% de computadores domésticos sob risco de ameaças avançadas. Com relação às empresas, à frente está o estado do Amazonas, com 20.73% com risco para qualquer tipo de ameaça em PCs corporativos, e o Mato Grosso, com 4.9% de chance das empresas encontrarem ameaças avançadas.

segurancadestaque_625.jpg

A nível global, o relatório comprova que os usuários domésticos de computadores com Windows 7, 8 e 10 têm 20% de chance de encontrar qualquer tipo de ameaça em seus PCs. Além disso, também foi constatado que esses usuários são os que mais têm o primeiro contato com brechas nunca vistas, projetadas para burlar tecnologias comuns de proteção de software de segurança, como filtragem de URL, verificação de e-mail, assinaturas, heurísticas e emuladores.

Com base nos dados analisados, a versão mais segura do Windows parece ser o Windows Vista, provavelmente devido ao fato do seu uso no mundo todo ter caído para cerca de 2%, tornando-o um alvo pouco atraente para os cibercriminosos. Os usuários domésticos do Windows Vista têm uma taxa de risco de ameaça abaixo de 10% para todas as ameaças e uma taxa de risco de 1.6% para ameaças avançadas. O mesmo acontece com os usuários corporativos, onde os usuários do Windows Vista têm 7% de chance de encontrar qualquer tipo de ameaça e 1% de chance de encontrar ameaças avançadas.

O Afeganistão, o Irã e a China estão no topo da lista dos países onde os usuários de PCs residenciais estão mais expostos a riscos. A China figura ainda no terceiro lugar da lista com países onde as empresas têm maior probabilidade de encontrar uma ameaça cibernética, tendo o Paquistão na primeira posição e o Vietnã na segunda.a

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail