Home > Dicas

Quatro alternativas ao Office para o iPad

Estes apps podem dar conta de suas necessidades em produtividade no tablet da Apple, com custo muito menor ou mesmo grátis!

Michael Ansaldo, Macworld EUA

29/04/2014 às 17h18

AltOffice_Abre-435px.jpg
Foto:

O lançamento do Office para o iPad no mês passado foi um momento estranho. A alegria perante a promessa de produtividade “de verdade” em um tablet foi contida pelo fato de que os apps não são nada mais do que visualizadores de documentos a não ser que você tenha uma assinatura do Office 365.

A boa notícia é que a longa espera por um Office “oficial” para o iPad deu origem a vários pacotes de escritório bastante capazes e que custam muito pouco ou nada.

Embora nenhum pacote de terceiros possa replicar todos os recursos do produto da Microsoft, estes quatro são os que chegaram mais perto. Analisamos todos eles prestando atenção à usabilidade, suporte à nuvem e fidelidade aos formatos de arquivo do Office, quesito que desqualificou o iWork, da Apple, logo de partida.

Cada um tem seu ponto forte, como uma interface mais elegante ou melhor suporte a formatos de arquivo e serviços na nuvem, mas qualquer um deles será capaz de realizar um trabalho admirável até que você volte ao seu computador.

Documents to Go Premium ($17)

Há muito tempo o Documents to Go tem sido o favorito para trabalhar com arquivos do Microsoft Office em dispositivos móveis. A versão premium do app para iPad pode criar e editar documentos do Word, Excel e PowerPoint (neste último caso, apenas o texto). A fidelidade dos arquivos é soberba e os documentos editados no app retém sua formatação original quando abertos no PC, graças à tecnologia InTact da DataViz. O app tem até suporte a controle de revisões, mas tenha em mente que todas as mudanças no documento serão mostradas na mesma cor. Procure pelas iniciais do autor ao fim de cada mudança para saber quem mudou o quê.

AltOffice_DocumentsToGo-580px
Documents to Go Premium

Embora não possamos criticar seus recursos, a navegação no Documents to Go é desnecessariamente complexa. Há pelo menos três barras de ferramentas separadas e ocultas para formatação e tarefas como “Localizar e Substituir” ou compartilhamento de documentos, e há alguma redundância de funções entre todas elas. Por causa disso às vezes são necessários dois ou três passos para executar uma tarefa simples que poderia ser feita com um passo só.

Outro problema da interface é que quando o teclado virtual está ativo, ele cobre a barra de formatação no rodapé da tela. Não é um problema significativo, já que qualquer um que leve a produtividade em um iPad a sério usa um teclado externo, mas nos deixou confusos.

O Documents to Go oferece suporte robusto à nuvem, e é capaz de sincronizar arquivos com serviços como o Google Drive, Box, Dropbox, SugarSync, OneDrive e até mesmo contas do iCloud. A DataViz também oferece uma versão desktop gratuita do Documents to Go, para que você possa acessar remotamente seus arquivos em um Mac ou PC.

hopTo (Grátis)

O hopTo é um novato no mercado de aplicativos de escritório. Sua interface com abas se parece mais com um navegador do que com um processador de textos, mas sua galeria visual de documentos, mostrados em três linhas deslizantes, o torna um dos pacotes Office mais fáceis de navegar. Ele também é o único app neste comparativo que permite comparar múltiplos documentos lado a lado.

É possível ver, editar e criar arquivos do Word e Excel no hopTo, mas apenas ver apresentações do PowerPoint. Segundo os desenvolvedores, a capacidade de editar apresentações será adicionada em uma versão futura.

AltOffice_HopTo-580px
hopTo

Ao abrir um documento ou planilha uma barra de ferramentas surge no rodapé da tela, contendo opções de formatação básicas. Eldad Eilam, CEO da hopTo, diz que seu aplicativo tem compatibilidade “perfeita” com o Microsoft Office na exibição de documentos. Comprovamos isso por experiência própria: a fidelidade dos documentos foi perfeita em nossos testes. O hopTo mostra as mudanças feitas em um documento do Word, mas oferece poucas informações sobre as revisões, e aparentemente não há uma forma de aceitá-las ou rejeitá-las, o que prejudica a tarefa de colaborar na edição de documentos.

O hopTo suporta praticamente todos os principais serviços de armazenamento na nuvem não oferecidos pela Apple. Mas depois que você associa o app a uma conta, não há uma forma de fazer “logout”. A única solução é “resetar” o hopTo nas configurações do iOS, o que irá “zerar” as contas na nuvem e pedir que você se reconecte a elas.

Não é algo ruim o bastante para impedir que recomendemos o app, mas pode ser um problema se você alterna frequentemente entre uma conta pessoal e uma de trabalho no OneDrive, por exemplo. O hopTo também oferece um utilitário gratuito que permite que você acesse os arquivos do iPad em um Mac ou PC com Windows.

QuickEdit (Grátis)

O popular pacote de escritório Office2 HD foi recentemente adquirido pela Citrix e renomeado Sharefile QuickEdit, mas ainda é uma opção versátil com excelente compatibilidade com o Office. É possível ver, editar e criar documentos do Word, Excel e PowerPoint. Em nossos testes a integridade dos arquivos foi mantida nos dois primeiros casos, mas tivemos pequenos problemas com o último.

Infelizmente a interface espartana do QuickEdit não irá lhe render nenhum prêmio de design. Enquanto a interface simples do hopTo parece elegante e limpa, a do QuickEdit, que consiste apenas em um painel de navegação à esquerda da tela e a janela com o documento, é pra lá de básica. Uma barra de ferramentas no topo da tela, que rola lateralmente, contém a maioria das opções de formatação, embora a capacidade de criar ou editar gráficos em planilhas do Excel esteja ausente.

AltOffice_QuickEdit-580px
QuickEdit

O QuickEdit brilha na colaboração. O app é capaz de rastrear mudanças nos documentos usando balões com as mesmas cores do Office, o que torna fácil identificar múltiplos autores em um documento. Ele também tem o maior número de opções de compartilhamento em qualquer app de nosso comparativo: o app inclui 1 GB de espaço para armazenamento gratuito no serviço Sharefile, além se suporte a quase uma dúzia de serviços na nuvem, incluindo o Dropbox, Google Drive, MyDisk, Box e OneDrive, além da capacidade de se conectar a contas WebDAV genéricas.

Quickoffice (Grátis)

Alguns anos atrás a Google comprou a Quickoffice, empresa responsável por um popular pacote de escritório para iPad chamado QuickOffice Pro HD. O app não perdeu muito de seu charme na transição, e ainda é um dos que oferece o melhor suporte à visualização, criação e edição de documentos do Word, Excel e PowerPoint. Curiosamente ele não tem suporte ao Google Docs, para isso é necessário usar um app separado, o Google Drive.

AltOffice_QuickOffice-580px
Quickoffice

A interface do Quickoffice é simples e intuitiva, com uma barra de ferramentas no topo que oferece todas os recursos básicos e opções de formatação. O rastreamento de mudanças é particularmente bem feito: cada adição ou exclusão é indicada por um botão com um + ou -, respectivamente. Basta tocar neste botão para ver uma janela com o nome do autor, conteúdo da modificação, data, hora e opções para aceitá-la ou rejeitá-la.

Uma das vítimas na compra do Quickoffice pela Google foi o extenso suporte à nuvem. Antes o app era capaz de acessar e armazenar documdentos em serviços populares como o Dropbox e o Evernote, mas agora só “conversa” com o Google Drive, o que pode limitar seu apelo para alguns usuários. Mas se isso não lhe incomoda, o Quickoffice pode ser uma alternativa bastante competente ao Office.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail