Home > Notícias

Queda na demanda em fevereiro força queda de preço de eletrônicos

Crise e queda na demanda entre consumidores faz IPC-Fipe registrar deflação nos preços de eletroeletrônicos no mês.

Evelin Ribeiro, repórter do IDG Now!

19/03/2009 às 8h12

Foto:

A baixa demanda por equipamentos eletrônicos, de telefonia e informática causada pela crise econômica provocou queda nos preços do setor.

Os dados do Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) apontou deflação de 1,01% para equipamentos eletroeletrônicos em fevereiro e deflação de 0,76% para equipamentos de informática e telefonia.

Antônio Comune, coordenador do IPC-Fipe, explica qual a relação entre a deflação nessas categorias e a atual crise financeira.

"Esse tipo de produto, os eletroeletrônicos, dependem da venda financiada. O fato de o crédito estar mais difícil, mais escasso e mais seletivo, está fazendo a demanda diminuir e exercer menos pressão nas quantidades disponíveis para venda. É a lei da oferta e da procura no mercado competitivo. Se a demanda diminuiu, os preços diminuem", explica o professor.

Comune aponta ainda que a falta de crédito no mercado é o que fez os eletroeletrônicos irem contra o índice geral da inflação do mês, que foi positivo em 0,25%.

Segundo os dados da Fipe, o preço do microcomputador recuou 1,30%, enquanto o das impressoras e multifuncionais caiu 1,22% e telefones celulares sofreram deflação de 0,61%.

Aparelhos de imagem e som, como DVD player e televisores, no entanto, tiveram inflação positiva, com aumento de preços em 0,11% e 1,04%, respectivamente.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail